Cotidiano

Nicolás Maduro anuncia que Venezuela quer acolher 20 mil sírios

Da Agência Lusa

Refugiados na fronteira da Grécia com a Macedônia

Refugiados na fronteira da Grécia com a Macedônia. Venezuela quer receber 20 mil síriosValdrin Xhemaj/Agência Lusa

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nessa segunda-feira (7) que seu país quer acolher 20 mil sírios, de modo a que se juntem à “grande comunidade síria” que já vive no país.

“Pedi à ministra dos Negócios Estrangeiros [Delcy Rodríguez] que se reúna com a comunidade síria [e a informe que a] Venezuela vai acolher 20 mil compatriotas sírios na diáspora”, anunciou Maduro, durante um Conselho de Ministros no palácio presidencial de Miraflores.

O governante disse sentir “dor” em relação à situação do povo sírio, o qual a Venezuela “ama”, “respeita” e “conhece muito bem”.

“Quero que venham 20 mil sírios, famílias sírias, para a nossa pátria venezuelana, para partilharem esta terra de paz, esta terra de Cristo, de Bolívar, para trabalharem conosco e contribuírem, com o seu amor a Deus, para o desenvolvimento desta terra mágica”, disse.

Maduro faz este anúncio no mesmo dia em que a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, disse que o seu país está “de braços abertos” para acolher refugiados sírios.

Comentários

Mais de Cotidiano