Cotidiano

Rio 2016: arquitetos e engenheiros da prefeitura protestam por aumento salarial

Da Agência Brasil

Os representantes da Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos do Rio de Janeiro fazem ato de protesto, na entrada da arena de Copacabana que recebe circuito mundial de volei de praia (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Os representantes da Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos do Rio de Janeiro fazem ato de protesto, na entrada da arena de Copacabana que recebe circuito mundial de volei de praia (Tânia Rêgo/Agência Brasil) Tânia Rêgo/Agência Brasil

Os engenheiros e arquitetos da prefeitura do Rio aproveitaram hoje (2) a abertura do Circuito Open Rio de Vôlei de Praia, que vai até domingo (6) em Copacabana, para uma manifestação. Durante o evento, a Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos do Estado do Rio de Janeiro (Seaerj), distribuiu uma carta aberta em que manifesta “indignação com a forma desrespeitosa como estão sendo tratados pelo prefeito Eduardo Paes, indiferente há três anos em solucionar a precária situação salarial da classe”. Segundo a entidade, os engenheiros e arquitetos estão há sete anos sem uma atualização salarial.

Para o vice-presidente da Seaerj, Mozart Rangel, a responsabilidade dos engenheiros e arquitetos da prefeitura é grande, pois em toda obra tem de ter uma equipe de fiscais acompanhando o trabalho das empreiteiras e das empresas terceirizadas. “Somos nós que atestamos as obras em andamento e atestamos as faturas para que as empreiteiras possam receber a fatura da prefeitura”, disse. Segundo Rangel, a remuneração total de um engenheiro e arquiteto da prefeitura do Rio é de R$ 5 mil, incluindo o vencimento e gratificações. “A categoria está com uma defasagem salarial em torno de 60%”.

O prefeito Eduardo Paes elogiou o trabalho dos engenheiros e arquitetos do município, dizendo que eles formam “o melhor quadro de engenheiros e arquitetos do Brasil”, mas que não tem condição, no momento, de atender à reivindicação da categoria. “Infelizmente, não há condições de nenhuma demajoração salarial agora, a não ser o reajuste que a prefeitura dá anualmente. A prefeitura do Rio é o único ente da Federação que dá reajuste anual, e este ano vai ter reajuste, como tem todo ano. O reajuste pela inflação é certo”, afirmou.

Circuito Open Rio de Vôlei de Praia, além de fazer parte do circuito mundial, está servido de evento-teste para as competições de vôlei de praia dos Jogos Olímpicos do ano que vem. O evento reúne 48 atletas de vários países, divididos seis grupos de quatro times. Cada país poderá ter até quatro representantes na fase de grupos, com exceção das equipes convidadas. O jogador Alisson, da dupla brasileira, comemorou o fato de poder participar da competição na Praia de Copacabana.

A Praia de Copacabana recebe de hoje (02) até domingo (06) etapa do circuito mundial de vôlei de praia (Rio Open), que servirá como evento-teste para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016 (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A Praia de Copacabana recebe de hoje (02) até domingo (06) etapa do circuito mundial de vôlei de praia (Rio Open), que servirá como evento-teste para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016 Tânia Rêgo/Agência Brasil

“É minha primeira vez representando o Brasil no Circuito Mundial aqui, em Copacabana. Nessa cidade maravilhosa, onde ano que vem estará a arena da Olimpíada. Então, a motivação é muito grande e a felicidade também. Estamos cansados, afinal saímos de um mundial realizado na Holanda, mas a motivação é maior do que qualquer coisa”.

Bruno, companheiro de Alisson, falou sobre a expectativa dos atletas estrangeiros diante das notícias sobre problemas nos locais dos eventos. “Isso é o que todo mundo quer saber lá fora. Se tem algum problema que possa atrapalhar as competições e como está a logística. O intuito é de contornar qualquer problema que venha a aparecer o mais rápido possível. A gente sabe que nada é perfeito e que aqui no nosso país nada é feito com facilidade. Podem acontecer problemas, mas o evento-teste é pra isso mesmo. E minha primeira impressão aqui, da arena, do clima e da areia está sendo ótima”, disse.

Editor Aécio Amado

tags:

Comentários

Mais de Cotidiano

3 de julho de 2019 as 15:11

Morre Wágner Nasser