Cotidiano

Goiás, jovem ficou presa em gruta e precisou ser resgatada por bombeiros

A 300 metros de profundidade, vítima torceu o joelho e tornozelo, amigos não conseguiram retirá-la do local

diario da manha
(Foto/Divulgação Corpo de Bombeiros)

Em uma caminhada de grupo por uma mata em Cocalzinho de Goiás, Entorno do Distrito Federal, uma mulher de 26 anos acabou torcendo o joelho e tornozelo quando entrava em uma gruta. Impossibilitada a 300 metros de profundidade, amigos tentaram imobilizar a perna da vítima e retira-la do local, mas não obtiveram sucesso. Bombeiros precisaram ser acionados.

O acidente aconteceu na tarde deste domingo, 8. Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros da região, Elton Voltera, “o grupo seguia uma trilha na mata e chegou a uma gruta. Eles desceram cerca de 300 ou 400 metros em um local de acesso bem difícil, com vários pontos muito íngremes. Ela tentou apoiar a perna em um local irregular e se machucou”, informou.

A mulher foi levada ao Hospital Bom Jesus em Águas Lindas de Goiás, não há informações do seu estado de saúde.

(Foto/Divulgação Corpo de Bombeiros)
(Foto/Divulgação Corpo de Bombeiros)

Comentários

Mais de Cotidiano