Cotidiano

Motoristas do Uber de Goiânia não aderem à paralisação nacional programada para hoje

diario da manha

Os motoristas do Uber de Goiânia não aderiram à paralisação nacional programada para ocorrer nesta segunda-feira (28). Protestando contra a redução das tarifas, que variou de 11% e 22%, os condutores ainda se manifestam pelo aumento no número de cadastros, que podem reduzir os ganhos dos que já participantes.

A paralisação está sendo organizada através de grupos no WhatsApp, onde os motoristas prometem um protesto pacífico. Em Brasília, cerca de 90% dos condutores devem ficar off-line por 24 horas. Já em São Paulo, eles irão estacionam os carros na praça Charles Miller, no Pacaembu.

Em nota, o aplicativo disse que os condutores vão continuar ganhando a mesma porcentagem, que é de 75% a 80% de cada viagem. E alegam que um estudo mostrou que com a redução dos preços a demanda aumentou, provocando uma elevação na procura do serviço pelos usuários.

Comentários

Mais de Cotidiano