Cotidiano

Deficientes auditivos elogiam tema da redação do Enem

diario da manha

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”, causou surpresa e desagradou muitos candidatos. Entretanto, quem passa pelas dificuldades da deficiência no dia a dia, se mostrou contente com a discussão do assunto.

Maria Carolina Oliveira Prateado Costa, 40 anos, que é portadora de surdez severa, disse que passou por muitas transtornos na época de escola. “Achei ótimo ter esse debate sobre os portadores, pois não se fala muito sobre o tema. Quando eu estudava era muito difícil, pois ninguém tinha a formação necessária para lidar com os portadores de deficiência em geral”.

Desde 1991, uma lei obriga empresas com 100 ou mais funcionários a preencher de dois a cinco por cento dos seus cargos com beneficiários reabilitados, ou pessoas portadoras de deficiência. Contudo, depois que entrou no mercado de trabalho, Maria continuou passando por problemas no emprego. “Em duas grandes empresas eu tive dificuldades com as pessoas no dia a dia. Existe a problemática de aceitação no meio social, devido a falta de orientação desde os tempos da escola. Por essa razão, é importante o debate”, explicou.

Hoje, ela trabalha como voluntária em um projeto social, onde procura superar os problemas e ajudar o próximo. Segundo Maria, uma medida a curto prazo precisa ser tomada para resolver um grave problema. “Os portadores de deficiência auditiva precisam ter orientadores de libras em todas as escolas. Esse auxílio é fundamental, inclusive nas provas”. (Foto: Reprodução)

Comentários

Mais de Cotidiano