Cotidiano

Suspeitos de exploração sexual de menores são indiciados em Goiás

diario da manha
Policia Civil Foto Eduardo Ferreira
Foto:Reprodução

Dois professores e um estudante de direito foram indiciados pela Polícia Civil por suspeita de exploração sexual de menores durante um torneio de futebol na cidade de Damolândia, em julho deste ano.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Humberto Teófilo, o trio oferecia dinheiro para adolescentes com idades entre 14 e 17 anos em troca de favores sexuais.

As investigações apontaram que durante o evento esportivo, os professores Gilberto Ramos Ribeiro e Kesllen Rodrigo Ferreira Maia, e o universitário Cássio Henrique Azarias Souto, se uniram para abordar os menores que participavam do torneio no município.

Conforme a polícia, os suspeitos foram à cidade exclusivamente para cometer os abusos e até o momento, foram identificadas pelo menos 24 vítimas, sendo dez de Cássio e Gilberto e outras 14 de Kesllen. Nas abordagens os homens pagavam quantias que variavam de R$ 10 a R$ 20 em troca de favores sexuais.

As detenções de Gilberto e Cássio ocorreram no último dia 7. No mesmo dia, policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa de Kesllen, que também deve ser preso por envolvimento no caso. O trio deve responder por exploração sexual de menores e associação criminosa.

Comentários

Mais de Cotidiano