Cotidiano

Cunhado de Ana Hickmann pode pegar até 20 anos de prisão

diario da manha

O Ministério Público de Minas Gerais vai pedir de 6 a 20 anos de prisão para o cunhado da modelo e apresentadora Ana Hickmann. Gustavo Correa disparou três vezes na nuca do homem que invadiu o quarto da apresentadora armado. Segundo o promotor do caso, Francisco Santiago, quando os disparos ocorreram o homem já estava dominado.

“A pessoa já havia sido dominada e levou três tiros na nuca”, segundo o promotor os aconteciemntos apontam para um homicídio simples e não uma reação por legítima defesa.

Em maio do ano passado, o quarto aonde a apresentadora Ana Hickmann estava foi invadido por um suposto fã, Rodrigo Augusto de Pádua, que tinha como refém seu cunhado Gustavo Correa. O homem estava armado e começou a insultar a apresentadora.

Em seguida ele efetou alguns disparos, foi nesse momento que Gustavo reagiu e começou a lutar com Rodrigo. O cunhado de Ana conseguiu tomar a arma do homem e então efetuou os disparos.

Nesta segunda-feira (18/12) acontece a segunda audiência de instrução do caso, nessa fase será decidido se o Gustavo irá ou não à juri popular.

O irmão de Rodrigo, Helisson Augusto de Pádua, que foi quem fez o reconhecimento do corpo, será ouvido. Também está previsto que o cunhado de Ana preste depoimento.

Nas redes sociais a cantora pediu orações e força para seu cunhado.

“Senhor, hoje minhas orações e todos os meus pedidos são para o meu irmão Gustavo. Proteja e cuida de sabedoria e paz, mais uma vez de coragem e força ao meu cunhado, tire de perto dele todo o mal e que suas palavras mostrem a verdade que sempre foi. Amém”.

Comentários

Mais de Cotidiano