Cotidiano

Concurso busca envolver alunos das escolas municipais na defesa do meio ambiente

diario da manha
Técnicos da Agência Municipal de Meio Ambiente – Amma (Pedro Baina, Tatiane Oliveira e Kelly Paixão) e da Secretaria Municipal de Educação (Veruska Bettiol e Henrique Lima)

Técnicos da Agência Munici­pal de Meio Ambiente – Amma e da Secretaria Mu­nicipal de Educação concluem nesta semana a escolha dos de­senhos realizados por alunos de escolas municipais por meio de concurso criado em parceria pe­los dois órgãos.

Os três desenhos primeiros colocados receberão, respectivamente pela ordem de premiação, um notebook, um ta­blet e um headphone e também representarão a logo do Projeto Eco Goiânia, que é voltado à lim­peza da cidade. Os dois órgãos vi­sam com esse concurso envolver a participação das crianças na de­fesa ambiental, despertando-os ainda na infância para o engaja­mento ambiental.

Criado em 2016, o Projeto Eco Goiânia tem como principal ob­jetivo manter a cidade limpa. E para isso o município pode buscar parceria com entidades sociais, empresas ou pessoas físicas que tenham interesse em financiar a instalação e manutenção de lixei­ras públicas, podendo ter direito a realizar publicidade, que deve­rá seguir alguns critérios do pro­jeto. Essas parcerias já estão em fase de realização.

A entrega dos prêmios aos alu­nos vencedores acontecerá dia 20 dezembro no Núcleo Socioam­biental do Parque Bernardo Élis, que fica entre a Avenida César Lattes e Alameda Santa Rita – Vila Novo Horizonte. Neste mesmo dia, a Amma promoverá 1º Workshop de Políticas Sustentáveis de Goiâ­nia – Construindo Boas Práticas.

Nesse evento, que é gratuito e aber­to à participação de entidades e de toda a sociedade, ocorrerá a discus­são de cincotemas: 1- Selo susten­tável: certificar as empresas que fomentam boas práticas ambien­tais em suas atividades comerciais; 2- Eco Goiânia: adoção de lixeiras pela iniciativa privada com direi­to à exploração de publicidade; 3- Ecoponto móvel: implantação de pontos fixos de entrega voluntária de pequenos volumes de resíduos; 4- Goiânia solar: estímulo à cadeia produtiva de energia solar; 5- Cota de redistribuição socioambiental – estimular o pagamento por servi­ços ambientais.

 

Comentários

Mais de Cotidiano