Cotidiano

Estudante denuncia agressão por segurança de boate

diario da manha
Foto/reprodução/Facebook

A estudante Ana Cristina Abrão Nascimento, de 24 anos, denunciou que foi agredida na noite do último domingo (17/12) por um segurança da boate alternativa, El Club.

Segundo a vítima, a confusão começou com um outro cliente que estava esperando uma amiga após pagar a conta, quando o segurança apareceu e ficou empurrando ele para fora. Ela foi avisada que estava tendo confusão e foi com a amiga ver o que se passava.

No meio da confusão, a amiga de Ana acabou por jogar bebida no segurança, e o caso se voltou para ela. Segundo ela, o segurança deu um chute em sua boca e assim a briga foi aumentando e fazendo várias vítimas de agressão.

Ana não quebrou nada, mas teve cortes na boca e ferimentos no nariz. Para comprovar os ferimentos, ela registrou o caso na Central de Flagrantes e fez exames no Instituto Médico Legal. A estudante teve também danos nos maxilares, mas ainda não foi ao dentista.

As imagens e os vídeos do ocorrido viralizaram nas redes sociais e causaram revolta nos internautas e frequentadores da casa de festas. Vendo a repercussão, a El Club em nota confirmou a confusão e a agressão sofrida pela jovem, e garantiu que o homem foi afastado de suas funções.

Leia na integra a nota:

NOTA | 18/12/2017

“Hoje, dia 18/12, ao final da festa “Colônia de Férias do Vale”, organizada em parceria com a Atlética Unidos do Vale, da Universidade Federal de Goiás, nossa casa foi cenário de um incidente muito sério, e que não pode e não vai, em hipótese alguma, ser ignorado. Nosso compromisso é assegurar a segurança e bem estar de nossos clientes em nossa casa. Hoje, falhamos em cumpri-lo.

O El Club é composto por uma grande equipe, que se divide em turnos de trabalho – um noturno e outro diurno. Por esse motivo, apenas parte dela estava presente no momento do ocorrido, motivo pelo qual nosso posicionamento chega a público neste momento. O que podemos afirmar, até agora, é que por volta das 2 horas da manhã, quando a festa estava se encerrando, uma discussão se iniciou entre um segurança de nossa equipe e um cliente, e que essa discussão tomou rapidamente uma proporção enorme, envolvendo mais pessoas e causando um tumulto.

Observando as imagens do ocorrido gravadas por clientes – visto que a instalação do nosso sistema de câmeras não foi concluída após a recente reforma de nosso espaço – está confirmado que um funcionário nosso agiu com violência, e que essa violência fez a situação chegar a um ponto em que o bem estar físico de nossos clientes ficou em risco. Informamos que o funcionário em questão foi desligado da empresa e que o El Club está aberto estruturalmente para que seja feita a perícia policial a fim de atestar a veracidade do que publicamos aqui.

Estamos cientes de que algumas pessoas sofreram ferimentos, e, após termos apurado os fatos durante toda a manhã, estamos, a partir do momento desta publicação, trabalhando para entrar em contato com cada um dessas pessoas para auxiliá-las no que for preciso, além de fornecer todas as informações para que elas possam tomar as medidas legais necessárias.

Novamente, reiteramos nossa responsabilidade enquanto empresa, e confirmamos nossa falha em cumprir com o nosso compromisso. Essa nota não é apenas um pedido de desculpas, pois sabemos que isso não mudaria o ocorrido. Essa nota é uma promessa de que assumimos nossa responsabilidade sobre o ocorrido.

Sabemos que decepcionamos não só os clientes que estavam presentes durante a confusão de ontem, mas todos que tiveram contato com os relatos, vídeos e fotos do que aconteceu. Vocês têm toda a razão em se decepcionar. A partir de hoje, vamos trabalhar para reconquistar a confiança e o respeito de nossos clientes.

El Club”

Comentários

Mais de Cotidiano