Cotidiano

Motorista suspeito de atravessar rotatória e matar porteiro disse que não se lembra do acidente

diario da manha
(Foto Reprodução Facebook)

Jardel Francisco Lima Ribeiro, de 26 anos, dirigia o carro que passou reto em uma rotatória de Goiânia e matou Carlos Antônio Rocha, de 45 anos. Em audiência nesta segunda-feira (18/12), o homem afirmou ao juiz que não se lembra do acidente.

Ribeiro disse ao juiz Jesseir Coelho de Alcântara que foi informado que antes do acidente teve uma discussão com o pai e, por conta desse trauma, não se lembrava de nada. O homem foi denunciado pelo Ministério Público de Goiás por homicídio doloso, e responde ao processo em liberdade. As informações são do G1.

O MPGO entendeu que Jardel não tinha intenção de matar, porém, assumiu o risco quando decidiu dirigir a 105km/h em uma rua onde o permitido é de 40km/h.

Ainda de acordo com o portal, o advogado de Ribeiro afirmou que o cliente passou o dia do acidente com a família de um amigo. E que ficou 20 dias internado, sendo 11 em Unidade de Terapia Intensiva.

O acidente aconteceu no dia 6 de maio no Conjunto Vera Cruz.

 

(Foto Reprodução Facebook)

Comentários

Mais de Cotidiano