Cotidiano

Mulher é detida depois de atropelar motociclista e chamá-lo de ‘pretinho pobre’

diario da manha

Uma equipe da Polícia Militar prendeu nesta terça-feira (19/12) uma mulher de 31 anos após atropelar um motociclista em Brasília. Ela teria avançado o sinal vermelho e fugido sem prestar socorro. Os agentes localizaram a suspeita ‘transtornada’ em um estacionamento próximo ao local do acidente. De acordo com os militares, ao encontrar a vítima durante o reconhecimento, a condutora agrediu verbalmente o rapaz: “Pretinho pobre e do Maranhão, tem que se fu…”.

Segundo informações do Metrópoles, a mulher teria chutado o rosto de um dos militares, além de ter danificado a viatura. A motorista se recusou a fazer o teste do bafômetro, porém, afirmou aos policiais que havia ingerido bebida alcoólica.

A condutora foi encaminhada para a 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) e posteriormente ao Instituto Médico Legal (IML) onde constatou-se que ela não estava embriagada. De volta à delegacia, desacatou os agentes afirmando que poderia prejudicá-los já que teria pessoas importantes em sua família.

Conforme informações da corporação, a mulher foi autuada pelos crimes de dano ao bem público, lesão corporal, desacato, desobediência, assim como injúria racial. Devido ao acúmulo das penas, ela aguardará audiência de custódia no sistema carcerário da cidade.

Comentários

Mais de Cotidiano