Cotidiano

Papa Francisco pede sensatez e prudência sobre Jerusálem e desarmamento nuclear

diario da manha

O Papa Francisco apelou neste domingo (10/11) à “prudência” e ao diálogo para travar a violência no Oriente Médio, sobre os confrontos que surgiram após reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel, por parte dos EUA.

“O Santo Padre volta a pedir sensatez e prudência de todos e faz orações fervorosas para que os dirigentes das nações, neste momento particularmente grave, se comprometam a evitar uma nova espiral de violência”, afirma o comunicado divulgado pelo Vaticano.

O pontífice também pediu aos líderes internacionais que “respondam com atos e palavras aos desejos de paz, justiça e segurança das populações destas terras martirizadas”.

Desde o início do papado, Francisco tem trabalhado na questão do conflito israelo-palestino. Em maio de 2015, assinou o reconhecimento da Palestina pelo Vaticano. Dias depois, recebeu o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas e entregou a ele um medalhão com a figura do Anjo da Paz. “Pensei em você, que é um anjo da paz”, disse, causando revolta em Israel à época. (Fotos Públicas: Javier Casella – Ministerio de Defensa)

Comentários

Mais de Cotidiano