Cotidiano

Policiais são detidos depois de R$ 300 mil desaparecer de cena de crime 

diario da manha

Dois cabos da Polícia Militar foram detidos nesta terça-feira (18/12), no Piauí, após R$ 300 mil desparecer do local de um crime. O dinheiro havia sido recuperado de um assalto a uma agência bancária na capital Teresina. A prisão cautelar foi realizada já que os agentes não preservaram a cena do crime.

De acordo com sub-comandante da PM-PI, coronel Lindomar Castilho, os policiais saíram do local onde o assaltante abandonou a quantia por alguns minutos o que resultou no sumiço do valor.

“Eles foram ouvidos e disseram que descuidaram do local para ir até a viatura com parte do dinheiro, cuidar de outros procedimentos. Mas essa preservação do local até a chegada da perícia é algo que aprendemos no curso de formação, eles alteraram a cena”, disse o coronel ao G1/PI

Ainda não há informações que possam esclarecer o sumiço do dinheiro. A constatação do desaparecimento foi feita pelo banco. Segundo a instituição financeira, foram retirados do cofre R$ 700 mil, no entanto, somente R$ 400 mil foram recuperados depois da ação policial.

“Lá nós temos imagens de câmeras de segurança que talvez mostrem o que de fato aconteceu, então já solicitamos e o Greco [Grupo de Repressão ao Crime Organizado] vai investigar tudo isso”, afirmou.

Assalto 

Para roubarem o dinheiro, os homens sequestraram a tesoureira do banco que foi ordenada a ir até a agência para a retirada do valor para a quadrilha. A Polícia Militar foi acionada durante o assalto e um dos suspeitos foi detido. Com ele, os agentes encontraram vários sacos plásticos com cédulas.

Além da funcionária, outras seis pessoas da família foram feitas reféns na residência dela enquanto um dos assaltantes acompanhou a tesoureira para pegar o dinheiro. Cinco pessoas compunham o grupo. Quatro fugiram e ainda não foram localizados.

Comentários

Mais de Cotidiano