Cotidiano

Variação de preço de frutas para o Natal chega a 71,53%, aponta Procon

diario da manha

Quem deixou para comprar os alimentos para a tradicional ceia de Natal terá que tomar cuidado por conta das variações de preço de cada produto. De acordo com pesquisa divulgada nesta quinta-feira (21/12) pelo Procon- Goiânia sobre a variações de preços em cestas natalinas apontou que a principal diferença de preços está nas frutas.

A variação pode chegar até 71,53% como é o caso do pêssego. Segundo a pesquisa, em um estabelecimento foi encontrado a R$ 1,99 e no outro a R$ 6,99. A ameixa pode ser encontrada com variação de 65,08%, com valor entre R$ 2,79 e R$7,99.

Dentre as aves, o frango congelado teve a maior diferença percentual no quilo, 44,49%. Ao contrário dos chesters e perus com baixa variação de preço em praticamente todos os estabelecimentos visitados. Nos suínos, 42,85% na diferença entre os preços de pernil com osso, de R$ 7,99 e R$ 13,98 e 42,33% no lombo de porco, que pode ser encontrado entre R$ 10,90 e R$ 18,90,

Em relação aos pescados, o menor preço registrado foi do bacalhau, encontrado por R$ 52,98 o kilo em um estabelecimento e o maior preço, R$ 76,90, em outro, variação de 31,11%.

O Procon alerta aos consumidores que a pesquisa se faz sempre necessária principalmente se você quer economizar no Natal e começar o Ano Novo com um dinheirinho extra.

(Foto: reprodução Internet)

 

Comentários

Mais de Cotidiano