Cotidiano

Após críticas, empresa de moda retira de site publicidade considerada racista 

diario da manha

A marca de moda sueca Hennes et Mauritz (H&M) anunciou na última segunda-feira (08/01), a retirada de uma fotografia publicitária de seu site considerada racista nas redes sociais. A empresa foi a público pedir desculpas. A foto em questão mostra uma criança negra vestindo um casaco de moletom com a legenda: “Coolest monkey in the jungle” (O macaco mais legal da selva).

Segundo um porta-voz da marca à AFP, “a imagem foi eliminada de todos os canais da H&M“. “Pedimos desculpas aos que puderam se sentir ofendidos”, completou o grupo.

Ao ver a fotografia, a modelo Stephanie Yeboah criticou a ação em seu Twitter. “Quem teve a ideia na H&M de pôr este doce menino negro com um moletom que diz ‘O macaco mais legal da selva’? É repugnante…”.

No Facebook outra usuária se posicionou contra a publicidade. “E pensar que existe uma equipe inteira de desenvolvimento e marketing (entre a concepção e o lançamento do produto) e ainda assim NINGUÉM impediu essa merda de chegar as prateleiras.”

A imagem da peça de roupa ainda está disponível na loja on-line da marca, no entanto, sem o garoto.

Comentários

Mais de Cotidiano