Cotidiano

Fuga de traficante teria sido facilitada depois de pagamento de R$ 100 mil 

diario da manha

A fuga de Stephan de Souza Vieira, mais conhecido como BH, no dia 6 de novembro de 2017 na Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia teria sido facilitada em troca de uma quantia de R$ 100 mil. O traficante apontado como líder da facção criminosa Comando Vermelho no estado foi capturado no último domingo, (07/01), em Cabo Frio, Rio de Janeiro.

Responsável pela Delegacia Estadual de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), a delegada Myrian Vidal afirmou que apesar de BH ter negado o pagamento, a Polícia Civil encontrou evidências de que o crime de corrupção ativa aconteceu.

Segundo ela, agora as investigações irão esclarecer quem foi o responsável. Na época da fuga, três servidores da unidade prisional foram afastados.

Alta periculosidade 
O coronel e diretor Geral de Administração Penitenciária, Edson Costa, disse no último domingo (07/01), que o traficante é considerado de alta periculosidade. Além disso, informou que o homem será levado para uma penitenciária federal. Ainda de acordo com ele, será feita uma apuração para descobrir se BH teve alguma participação nas rebeliões das últimas semanas.

Stephan foi recapturado na manhã de domingo (07/01), em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Ele estava com a esposa na cobertura de um condomínio de frente para o mar, considerado de alto padrão. Ele portava uma identidade falsa com o nome de Gabriel e não teria tentado impedir a prisão. Já a mulher que não usava documentos falsos ficou resistente a ação policial.

No local, agentes encontraram um caderno com anotações da contabilidade do tráfico de drogas em Goiás, o que indica que mesmo de longe ele comandava o crime no estado.
BH foi condenado a 40 anos de prisão por roubo, porte ilegal de arma e munição de uso restrito, associação criminosa, homicídio e tráfico de drogas.

 

VEJA MAIS EM: >> Suspeito de comandar rebeliões em Goiás é preso 

Comentários

Mais de Cotidiano