Cotidiano

Colégio demite orientador religioso que foi flagrado fazendo sexo em parque

diario da manha

Um colégio católico de Brasília demitiu por justa causa um orientador de ensino religioso que foi flagrado fazendo sexo com grupo de pessoas ao ar livre durante o dia no Parque da Cidade. A escola teria recebido denúncias de pessoas que o reconheceram no local. Questionado pela secretaria da Instituição, o colaborador confessou a prática.

De acordo com o Metrópoles, a escola considerou a conduta do profissional inadequada uma vez que ele lidava com crianças de sete a 12 anos. Além disso, considerou a prática incompatível com os valores ensinados pela Instituição. Ainda de acordo com a denúncia do portal, alguns pontos do parque têm sido usado como ponto de encontro sexual a qualquer hora do dia. As cenas de sexo ocorrem tanto nos automóveis quanto nos gramados próximos a ciclovia e pista de caminhada do parque.

Obscenidade em lugar público ou exposto ao público é crime e a detenção pode variar de três meses a 1 ano, além do pagamento de multa.

(Foto ilustrativa: reprodução internet)

 

Comentários

Mais de Cotidiano