Cotidiano

Facção criminosa ‘comanda’ atividades e horários de penitenciária

diario da manha

(Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)

A Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto (CPPL II), no Complexo Penitenciário Itaitinga II, no Ceará, vive um caos. O Sindicato dos Agentes Penitenciários do estado denunciou que uma facção criminosa controla a unidade. Segundo a entidade, estes grupos de presos comandam o horário em que os servidores podem circular no presídio.

Uma pichação na parede do local já dá indícios da problemática existente no ambiente: “É proibido agentes no piso superior a partir das 22 horas.” A denúncia revela ainda que os agentes não podem andar nas áreas que dão acesso aos corredores e aos dormitórios, já que são ameaçados.

As câmeras de segurança destas áreas foram quebradas. Desta maneira, não há a possibilidade de vigiar os detentos de longe.

Ao G1, o presidente do Sindicado, Valdomiro Barbosa comentou sobre a situação. “O agente não pode mais fazer a vistoria e nem o ‘bate grade’ por conta da falta de efetivo e de condição estrutural de trabalho”, afirmou.

Com capacidade para abrigar 944 internos, a unidade possui atualmente cerca de 1.093. Para realização da vigilância deste efetivo, somente oito agentes são escalados por turno.

“A CPPL 2 está toda quebrada, não temos sequer uma câmera de monitoramento funcionando na parte interna, dentro da unidade. Fica impossível sete ou oito agentes penitenciários por plantão adentrarem essas ruas para fazer o trabalho de fiscalização e vigilância”, disse Barbosa.

Comentários

Mais de Cotidiano