Cotidiano

Juíz decreta prisão preventiva de bispo e cinco padres por desvio de dízimo em Formosa

diario da manha

O bispo Dom José Ronaldo, o monsenhor Epitácio Cardozo Pereira, os padres Mário Vieira, Moacyr Santana, Tiago Wenceslau e Waldson José, os empresários Antônio Rubens e Pedro Henrique foram presos preventivamente após o juiz da 2ª Vara Criminal de Formosa, Fernando Oliveira Samuel, aceitar a denúncia do MP-GO (Ministério Público de Goiás).

Essas pessoas se tornaram réus pelos crimes de associação criminosa, apropriação indébita, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro da Diocese de Formosa, revelado pela Operação Caifás, deflagrada na última segunda-feira (19/03). Eles são acusados de desviar mais de R$ 2 milhões.

Os valores desviados eram provenientes de dízimos recolhidos dos fiéis, de doações e de taxas arrecadadas com festas e cerimônias da Igreja Católica, como batismo e casamento. Também foram apreendidos relógios e correntes de ouro.

Comentários

Mais de Cotidiano