Cotidiano

Patrícia diz que assassinato do pai e rejeição no “BBB” foram momentos mais difíceis

diario da manha
Foto/Reprodução/Internet

A ex brother, Patrícia Leitte, eliminada com 94,26% votos da casa mais vigiada do país na última terça-feira (13/03), desabafou em entrevista ao EXTRA, já em sua terra natal, que a rejeição no Big Brother Brasil e a morte do pai, foram os momentos mais difíceis pelos quais passou.

“Essa situação que eu estou passando agora e a morte do meu pai (que foi assassinado com um tiro durante um assalto ocorrido há 11 anos) foram os momentos mais difíceis da minha vida”, desabafou. Ela falou ainda sobre os ataques que seu filho de 11 anos tem recebido por causa da sua fama de “vilã” do programa.

“Fiquei perplexa e chocada quando eu soube que agrediram o meu filho. Poxa, uma criança de 11 anos participar disso? Chorei com algumas agressões que eu achei que foram pesadas demais, quando li algumas coisas ofendendo a minha índole e o meu caráter”, lamentou.

Patrícia ressaltou ainda que não vai se deixar levar pelos comentários maldosos que viu na internet, que vai levantar a cabeça e mostrar que não é aquela pessoa que viram no jogo. Ela quer investir sua na música e na carreira de atriz.

Comentários

Mais de Cotidiano