Cotidiano

Idosa morre logo após tomar vacina contra H1N1 no Setor Pedro Ludovico

diario da manha
Foto:Reprodução/TV Anhanguera

A idosa Maria da Conceição Macedo Silva, de 69 anos, morreu na manhã desta quarta-feira, 18, minutos após tomar a vacina contra H1N1, no Centro de Vacinação Municipal, no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia.

De acordo com as equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que prestaram socorro à mulher, ela sofreu um a parada cardiorrespiratória. A idosa passou mal e desmaiou na calçada logo após ser imunizada.

Em entrevista à TV Anhanguera, a superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim explicou que a morte não apresenta relação com a imunização, uma vez que o quadro não é compatível com as reações adversas que podem ser causadas pela vacina.

Até o momento, tudo leva a crer que a mulher sofreu um infarto fulminante. O corpo dela foi levado para o Serviço de Verificação de Óbito (SVO) para que a causa da morte seja investigada e definida.

Através de nota, A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) informou que ainda é “prematura” relacionar a morte com a vacina e destacou que as vacinas são “seguras e bem toleradas”.

O órgão pontua que mais de 100 mil doses já foram administradas desde o começo da campanha e que não houve nenhuma notificação de caso de adversidade grave após a imunização.

Familiares da idosa contaram que a mulher era hipertensa e que não tinha tomado a medicação para o controle da doença nesta manhã.

Comentários

Mais de Cotidiano