Cotidiano

Tecnoshow Comigo começa com expectativa otimista em agronegócios

diario da manha
Tecnoshow deste ano terá mostra de novas tecnologias, exposição de animais, equipamentos que auxiliam no aumento da produtividade e opções de investimentos(FOTO:DIVULGAÇÃO)

A Tecnoshow Comigo es­pera, para este ano, ul­trapassar o montante de R$ 1,7 bilhão em comercialização durante a maior feira de tecno­logia rural do Centro-Oeste, que será realizada de 9 a 13 de abril, em Rio Verde, região do Sudoes­te. A expectativa é superar esse va­lor, alcançado em 2017, e receber mais de 110 mil visitantes no Cen­tro Tecnológico Comigo (CTC), si­tuado no Anel Viário Paulo Cam­pos, Km 7, Zona Rural.

A abertura da feira aconteceu na manhã d ontem (9) a partir das 9 horas, no auditório 1.

O evento foi contemplado com as presenças de José Eliton – que assumiu o governo de Goiás no sábado –, o prefeito de Rio Ver­de, Paulo Faria do Vale, senado­res goianos, além de expositores, produtores, imprensa e demais convidados.

Cerca de 550 expositores estão distribuídos nos 60 hectares da feira, apresentando tecnologias e novidades em máquinas, veícu­los e equipamentos agropecuá­rios, insumos e resultados de pes­quisas, além de demonstrações e lançamentos de novas varieda­des de cultivares. Além disso, as principais instituições financeiras do País também estão confirma­das na 17ª edição da Tecnoshow e disponibilizarão linhas de cré­dito e financiamento voltadas ao produtor rural, facilitando nego­ciações e movimentando ainda mais toda a cadeia.

De acordo com o presidente da Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (Comigo), Antonio Cha­vaglia, os produtores estão oti­mistas com as possibilidades que serão apresentadas na feira des­te ano. “Quem vier à Tecnoshow poderá conferir as principais no­vidades do mercado, muitas delas em primeira mão. E eu tenho cer­teza de que muitos sairão daqui com negócios fechados ou enca­minhados. O agro nunca nos de­cepciona”, enfatiza.

PALESTRAS

Cada vez mais conectado, o produtor está cercado por um universo de novas informações no campo. A coordenação da fei­ra preparou, além da exposição de novas tecnologias no campo, uma série de palestras informa­tivas dentro de todo o arco de as­suntos ligados ao agronegócio. A ideia é unir teoria e prática, de olho no mercado e na realida­de do homem do campo, cons­truindo estratégias que cheguem e auxiliem de fato ao dia a dia do produtor. Serão mais de 100 pa­lestras, que vão ser ministradas em diferentes espaços na feira. Estão programadas discussões e debates nos auditórios 1 e 2, Casa da Embrapa, Universida­de de Rio Verde, Sistema Faeg– Senar e Sebrae, Emater, além de outras que os expositores tam­bém devem realizar.

DINÂMICAS E EXPOSIÇÃO DE ANIMAIS

Novas tecnologias, informação, exposição de animais, dinâmicas, equipamentos que auxiliam no au­mento de produtividade e opções de investimentos são atrações da área de pecuária na mostra. O públi­co poderá acompanhar novidades de raças de bovinos, equídeos, ovi­nos, peixes, entre outros. Serão mais de mil animais presentes no evento deste ano, sendo que a maioria esta­rá disponível para comercialização.

TAÇA SILAGEM

A feira será palco ainda para a 1ª edição da Taça Silagem. A pre­miação realizada pela Comigo, em parceria com o laboratório 3RLab, destacará as melhores silagens apresentadas por competidores de 14 cidades, onde a cooperati­va atua. Serão avaliados aspectos como composição técnica (tama­nho das partículas), a presença de grãos quebrados, aroma de fer­mentação entre outras caracterís­ticas. Participaram da competição cerca de 100 pecuaristas das cida­des de Acreúna, Indiara, Jandaia, Paraúna, Palmeiras, Montividiu, Caiapônia, Iporá, Montes Claros, Caçu, Rio Verde, Santa Helena de Goiás, Jataí e Serranópolis.

Em 2017, as vendas de máqui­nas e implementos agrícolas cresce­ram 7% em relação a 2016. Segundo o presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas da Abimaq, Pedro Estevão Bastos de Oliveira, o aumento é decorren­te da safra recorde registrada no Bra­sil. “Depois de dois anos de Produto Interno Bruto (PIB) em queda, em 2017 o PIB brasileiro cresceu 1,0% graças ao agronegócio que cresceu 13%. Este crescimento excepcio­nal do agronegócio dissipou a crise que assolou o País em 2015 e 2016, principalmente nas áreas em que o agro é mais representativo”, destaca.

Pedro acrescenta que a esti­mativa é de novo crescimento em 2018, em torno de 5% a 8%, e tam­bém em 2019. “Estes crescimentos são decorrência do maior volume de exportações do agronegócio. O Brasil se transformou em grande supridor mundial de grãos, car­nes e fibras, além de manter a van­guarda em exportações de café e laranja. Os mercados asiáticos são grandes demandantes de alimen­tos pelo aumento paulatino da po­pulação e com o aumento de renda destas populações”, afirma.

Por causa desse ‘fôlego’ e mer­cado aquecido, o setor tem inves­tido ainda mais em inovações tec­nológicas, com o intuito de atender o produtor que busca por produ­tos e serviços modernos para suas propriedades. Entre as novidades está a conectividade das máquinas à internet, conhecida como tele­metria, na qual todos os dados ge­rados são transmitidos via inter­net para as nuvens, formando um grande banco de dados das opera­ções e de dados do meio ambiente criando o big data.

Antônio Chavaglia, presidente
da Cooperativa Agroindustrial
dos Produtores Rurais do
Sudoeste Goiano (Comigo)

ESPAÇO DE CONHECIMENTO E TECNOLOGIA

Para Pedro, eventos como a Tecnoshow representam oportu­nidade para os agricultores conhe­cerem de uma forma rápida e con­veniente todas as novidades que a indústria tem a oferecer. “Fora da feira, ele terá que procurar indivi­dualmente as novidades, o que é mais trabalhoso. No evento, além de conhecer as novidades, poderá interagir com os técnicos da indús­tria, tirar dúvidas e elaborar uma consultoria rápida sobre as tecno­logias disponíveis”, complementa.

Encontram-se presentes na mostra os agentes financeiros como Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica, Santander e o Sicoob Credi Rural.

 

Comentários

Mais de Cotidiano