Cotidiano

Grupo carrega cobra viva em transporte público

diario da manha

Um fato inusitado assustou usuários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), nesta quinta-feira (14/06), na capital paulista. Um grupo embarcou na linha 11 do trem, na estação Luz, sentido Guaianazes, carregando uma cobra viva de cerca de dois metros.

No momento do embarque, o animal estava escondido dentro de uma bolsa, sobre um carrinho de feira e coberto com uma blusa. Durante o trajeto, usuários se assustaram com a cobra que conseguiu escapar da bolsa, após se agitar no trem.

Por volta das 22h, o grupo desembarcou na estação Tatuapé e deixou para trás o carrinho de feira. Sendo assim, passaram a carregar o réptil na plataforma sem nenhuma proteção.

Em entrevista à Folha de São Paulo, O estudante Anderson Marques, de 28 anos, relatou que os seguranças da companhia tentaram fazer um bloqueio na catraca para evitar a saída do grupo, mas não tiveram sucesso.

“Quando eu estava entrando na estação vi várias pessoas correndo e ouvi uma gritaria. Tinha um muita gente olhando para a plataforma, na parte de baixo, que cheguei a pensar que alguém tivesse pulado na linha”, contou Anderson.

A plataforma onde os indivíduos desceram dá acesso a área do metrô. Isso facilitou para as três pessoas que carregavam o animal. Eles conseguiram sair da plataforma do trem e passaram para a área do metrô.

Como a cobra estava agitada, em alguns momentos o trio chegou a colocá-la no chão, para conseguir pegá-la novamente e continuar caminhando.

(Foto: reprodução)

Outros usuários informaram que o grupo apenas demonstrava muita pressa.

Até o momento ninguém foi identificado e não se sabe de onde a cobra foi retirada, nem para onde seria levada.

O transporte de animais no metrô e CPTM é proibido desde 1978, conforme descrito no decreto 15.012. Apenas cães-guias de pessoas com deficiência visual podem circular no transporte coletivo, diante de documentação específica.

As informações são da Folha de São Paulo.

(Foto destaque: reprodução)

Comentários

Mais de Cotidiano