Cotidiano

Homem é condenado por transmitir o vírus da Aids de propósito

diario da manha

O empresário Renato Peixoto Leal Filho foi condenado a sete anos de prisão por contaminar, intencionalmente, mulheres com o vírus HIV, no Rio de Janeiro. De acordo com as investigações, o homem, que é soropositivo, manteve relações sexuais com duas mulheres, sem preservativo, para transmitir Aids. A informação é do Jornal Extra.

Segundo a juíza, Renato convencia as mulheres “por meio de falsa promessa de um relacionamento estável”. Depois, mantinha “relações sexuais de forma extremamente violenta, que incluía a prática de sexo anal, aumentando a possibilidade de contágio do vírus, e não as informando ser soropositivo”.

Conforme a reportagem, as investigações começaram em agosto de 2015, quando uma das vítimas procurou a polícia para denunciá-lo. Uma outra mulher foi ouvida e contou que o condenado a abordou pelas redes sociais e, posteriormente, sem informar sobre a doença, insistiu para fazer sexo sem o uso de preservativo.

O homem está preso desde julho do ano passado. Ele admitiu ser soropositivo e ter transmitido a doença para duas ex-companheiras, no entanto, negou que transava sem comunicar ser portador de HIV.  (Foto: Reprodução)

Comentários

Mais de Cotidiano