Cotidiano

Índice de infestação do Aedes é reduzido em 73% em Goiás

diario da manha

O número de criadouros do mosquito Aedes reduziu em residências goianas. Os dados da Operação Goiás Contra o Aedes mostra que houve uma diminuição de 1.04% em janeiro deste ano contra 0,28% em junho. Isso significa que, neste mês, para cada mil casas visitadas, 10 tinham focos do mosquito; em junho, quase 3 casas para cada mil. Isso significa uma queda de 73% do número de depósitos de ovos do mosquito nos imóveis visitados em todo o Estado.

Em janeiro, foram registrados 15.117 imóveis com foco, para 1.348 em junho. O coordenador de dengue do Estado de Goiás, Murilo do Carmo Silva, ressalta que nesta época do ano, por conta da estiagem, a população costuma acondicionar água de forma irregular, o que pode favorecer a proliferação do mosquito que transmite dengue, chikunguania, zika e febre amarela.

As principais medidas para eliminar a formação de criadouros no período seco são:

– Manter as caixas-d’água bem fechadas;

– Lavar com água e sabão tonéis, galões ou depósitos de água e mantê-los bem fechados;

– Desentupir ralos e mantê-los fechados ou com telas;

– Tratar a água da piscina com cloro e limpá-la uma vez por semana;

– Retirar a água e lavar com sabão a bandeja externa da geladeira.

tags:

Comentários

Mais de Cotidiano