Cotidiano

Servidores do Estado protestam contra o atraso dos salários de dezembro

diario da manha

Devido ao não pagamento da folha de Dezembro pelo último governador de Goiás, servidores estaduais da educação realizaram nesta sexta-feira (11/01) manifestações em frente à Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes (Seduce). Nesta quinta-feira (10/01), em uma reunião em Jataí o atual governador, Ronaldo Caiado (DEM), divulgou uma série de medidas emergenciais até conseguir regularizar a folha de pagamento do último mês de 2018.

A primeira medida seria que os servidores que ainda não receberam o salário de dezembro de 2018 possam comprar fiado. O governador quer que sejam desenvolvidas parcerias com as prefeituras para viabilizar essa situação e que os comerciantes de alimentos e medicamentos aceitem que essas compras “só serão pagas após a quitação dos salários atrasados”. A segunda medida seria o cancelamento da cobrança do Ipasgo e de multas do Detran e Saneago.

No entanto, as medidas propostas pelo governo estadual não agradou os servidores, que realizaram nesta sexta-feira uma manifestação em frente à Seduce. Ao Diário da Manhã, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás disse que não concorda com nenhuma das medidas propostas pelo governador e se até o dia 20 de janeiro, o governador não voltar atrás na questão do parcelamento do salário e de quitar a folha de janeiro antes da de dezembro, existe a possibilidade de uma greve geral dos servidores.

(Foto/Jornal Opção)

Comentários

Mais de Cotidiano