Cotidiano

Carros clonados por suspeitos de roubar ouro em aeroporto são apreendidos pela polícia

Polícia trabalha com depoimentos e encontra carros clonados para achar criminosos que efetuaram roubo milionário de ouro em Cumbica

diario da manha
Foto: Reprodução

Na noite desta quinta-feira (25/7) a policia encontrou mais três veículos usados no roubo milionário de ouro no terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Cumbica. São duas caminhonetes, uma branca e outra prata, e um caminhão-baú, encontradas na Zona Leste de São Paulo.

Além dos veículos encontrados, ao longo da madrugada desta sexta-feira (26) nove pessoas já foram ouvidas no prédio do Departamento de Investigações Criminais (Deic), em São Paulo. Mas nenhum dos suspeitos foram presos.

Falaram à polícia sobre o crime o funcionário e duas mulheres mantidos reféns; o casal dono do galpão onde os veículos falsos da PF foram abandonados; dois funcionários do aeroporto e outros dois da transportadora de valores. A família foi feita refém por volta das 17h30 de quarta-feira (24) e liberada às 15h desta quinta, sem ferimentos

Suspeitos clonam carro da PF e roubam carga de 719 kg de ouro em aeroporto de São Paulo

Oito homens fortemente armados com roupas de policiais e distintivos, invadiram o terminal de cargas do Aeroporto de Cumbica em duas viaturas clonadas da Polícia Federal; uma Pajero Dakar e outra Triton. No terminal, roubaram 719 k g de ouro avaliados em R$ 110, 2 milhões que estavam dentro de caixas de metal.

Os criminosos mantiveram o encarregado de despacho e a família dele refém na noite anterior, e assim, tiveram acesso a informações privilegiadas. A família foi feita refém por volta das 17h30 de quarta-feira (24) e liberada às 15h desta quinta. Todos foram liberados sem ferimentos após o roubo.

A ação do roubo foi registrada pelas câmeras de segurança. Nas imagens, uma uma caminhonete fica estacionada com as portas abertas, enquanto o grupo coordena a manobra da carga em uma empilhadeira dirigida por um funcionário até a caçamba e ajeita os produtos do roubo.

Depois da fuga, as viaturas clonadas foram abandonadas no Jardim Pantanal, na Zona Leste de São Paulo. Os ladrões entraram em uma caminhonete S-10 e utilizaram uma ambulância para o transporte da carga roubada. Os carros foram levados a Deic.

Segundo a polícia, os carros clonados como veículos da Polícia Federal (PF) não são roubados. No entanto, não foi informado sobre os proprietários.

Comentários

Mais de Cotidiano