Cotidiano

Decreto presidencial corta 17 membros do Conad que representavam a sociedade civil no órgão

Decreto presidencial exclui 17 membros do Conab que reprsentavam a sociedade civil no órgão

diario da manha
foto reprodução

O Diário Oficial da União desta segunda-feira diminuiu de 31 para 14 o número de membros do Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad) extinguindo a participação da sociedade civil no órgão. A politica é a mesma adotada pelo Conselho Superior de Cinema e pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente.

Perdem direito no conselho oito entidades que tinham direito a indicar um representante: OAB, CFM, CFP, o CFESS, Cofene o CFE , a UNE e a SBPC.

Cinco profissionais foram cortados do Conad

O Conad também corta a participação de cinco profissionais que presidiam o conselho: um jornalista; um antropólogo; um representante da classe artística e dois representantes de entidades do terceiro setor.

Com a revisão, o Conad passa a ser presidido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. Além desses, o Conad será composto pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, e por um representante de cada um dos seguintes ministérios: Defesa; Relações Exteriores; Economia; Educação; Saúde; Mulher, Família e dos Direitos Humanos.

*Com informações do G1

Comentários

Mais de Cotidiano