Cotidiano

Caso Saneago: Inquérito sobre o afogamento de funcionário foi concluído com 10 indiciados

O delegado da 22º Delegacia de Polícia, Wellington Lemos, apresentou hoje a conclusão do caso

diario da manha
Foto: Reprodução

A Saneago foi notificada hoje (11/9) sobre o inquérito que investigou a morte por afogamento do agente de sistemas Flávio Leonel Moraes, de 36 anos, funcionário da Saneamento de Goiás (Saneago) que desapareceu em 11 de abril desse ano, na Estação de Captação de Água Fluvial do Rio Meia Ponte, enquanto trabalhava.

O delegado da 22º Delegacia de Polícia, Wellington Lemos, apresentou hoje a conclusão do caso e após a análise do material da testemunha, a Polícia Civil divulgou o resultado pericial que ocasionou no indiciamento de 10 pessoas.

O DM online entrou em contato com a assessoria de comunicação do órgão por telefone e não foi atendido, porém ainda aguardamos o contato para uma nota de esclarecimento.

Relembre o caso do afogamento do funcionário da Saneago

O funcionário Flávio Leonel estava em uma espécie de canoa com um outro funcionário da empresa, não identificado, durante um trabalho de rotina no Rio Meia Ponte.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma forte correnteza teria arrastado o barco em direção a uma das comportas e, diante disso, eles teriam optado por saltar na água e nadar até a margem, no entanto apenas um deles teria conseguido se salvar.

O Corpo de Bombeiros localizou o corpo de Flávio a cerca de 4,5 quilômetros do local onde ele havia desaparecido. Na época, a Saneago por meio de nota, lamentou o falecimento do servidor e informou que permaneceu prestando todo o apoio aos familiares da vítima.

“É com muito pesar que a Saneago informa que foi encontrado, neste sábado (13/04), o corpo do agente de saneamento Flávio Leonel Moraes. O funcionário estava desaparecido desde a última quinta-feira (11/04), após cair de um barco na captação de água do Rio Meia Ponte. Os bombeiros o localizaram a cerca de 15 quilômetros de distância desse ponto e, no momento, retornam até a captação com o corpo para aguardar a chegada do IML. A Companhia lamenta profundamente o ocorrido e ressalta que permanece prestando todo o apoio aos familiares nesse momento de tamanha dor.”

Comentários

Mais de Cotidiano