Cotidiano

Goiás tem seca e atinge nível de alerta

O período chuvoso começa apenas em Outubro

diario da manha

Seca extrema atinge 40,54% do estado de Goiás, equivalente a 136 mil quilômetros quadrados (km²). De acordo com o Monitor das secas da Agência Nacional das Águas (ANA), provavelmente se entenderá nos próximos dois meses com o período chuvoso iniciando somente em outubro.

Segundo avaliação da ANA, a seca moderada se intensificou para grave no leste e na parte central do estado desde o mês de abril até maio.

O oeste e o sudoeste são as regiões mais agravadas com a seca no estado. Enquanto a umidade relativa ideal é de 60%, Baliza e Itajá, estão em torno de apenas 30%. Já em outras partes do estado goiano, a seca traz crises ecológicas e nos recursos hídricos.

“O intuito é ver como a água está sendo usada para não permitir que ela falte”, aponta Andréa Vulcanis, secretária titular do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) que afirma monitorar bacias do Meia Ponte e Ribeirão Piancó, em Anápolis.

Já são aproximadamente 29 dias que não chove no Alto da Meia Ponte, nesta última terça-feira, 13, a vasão média do dia foi de 6.317 litros por segundo (L/s), sendo que igual ou abaixo de 9.000 L/s já é considerado nível de alerta.

“Junto com a Saneago estamos fazendo ações de preservação de nascentes no intuito de recuperar a bacia. Os produtores que tiverem interesse, só precisam entrar em contato com a Saneago”, afirmou a secretária. Vulcanis ainda alerta e conta com o consumo consciente da população nas área urbanas.

*Com informações do O Popular

Leia também:

Comentários