Cotidiano

R$ 60 milhões são apreendidos em megaoperação policial

Todas as determinações judiciais são cumpridas em regiões administrativas do Distrito Federal

diario da manha

Dois escritórios de contabilidade e centenas de empresas privadas são alvo da ação policial no Distrito Federal. A megaoperção desarticulou o esquema de fraude fiscal. O prejuízo aos cofres públicos chega a R$ 60 milhões.

Nesta terça-feira (06) a Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Ordem Tributária (Dot) realizou uma megaoperação contra uma organização criminosa especializada em fraudar o repasse de impostos. A ação mobilizou cerca de 200 policiais e 100 auditores da Receita para cumprir 122 mandados de busca e apreensão. Além de dez mandados de prisão temporária em cerca de 110 empresas.

As apurações do caso identificaram um sofisticado esquema de fraude fiscal pelo qual o grupo criminoso criou uma espécie de indústria de empresas “noteiras” a fim de diminuir o recolhimento de impostos, como o ICMS, e aumentar os créditos fiscais. Os policiais identificaram ao menos R$ 5oo milhões de transações ilegais, feitas com notas fiscais frias. No total, 330 empresas se beneficiaram com o esquema gerando prejuízo de R$ 60 milhões aos cofres públicos.

Comentários