Cotidiano

Após STF liberar orçamento, Governo distribui R$ 2 bi para atender indicações de parlamentares

Mesmo com urgência, o sistema de Saúde foi o que menos recebeu verba

diario da manha
Foto/Agência Brasil

Após a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinar a retomada da execução dos recursos das emendas de relator, o governo já liberou R$ 2 bilhões para atender indicações de parlamentares.

Desde a terça-feira (07) o governo federal foi autorizado a liberar os recursos, de imediato foram distribuídos R$ 9,2 milhões e até a sexta-feira (10) cerca de R$ 1 bilhão já tinham sidos gastos. Agora até esta segunda-feira (13) a soma se totaliza em R$ 2 bilhões de reais.

De acordo com dados disponibilizados, a área que mais recebeu recursos foi o setor de agricultores, onde o valor foi utilizado para a compra de equipamentos agrícolas, como escavadeiras e tratores.

A pesquisa também aponta que o sistema de Saúde foi o que menos recebeu verba, mesmo que os presidentes da Câmara e do Senado reforçassem que deveria ser urgente a liberação dos recursos para importantes ações na área.

A ministra Rosa Weber disse que a liberação deve ser levadas em consideração as regras de transparência aprovadas no Congresso Nacional. Para que haja transparência na apresentação, aprovação e execução de emendas de relator-geral do Orçamento. Apesar disso, as novas regras ainda não estão sendo implementadas.

Com dados do Metrópoles*

Leia Também

Comentários