Cotidiano

Goiás bate recorde de frio em maio, entenda por que esfriou tanto

A previsão ainda é de frio para os próximos dias, somente a partir de segunda-feira as temperaturas começam registrar os valores habituais para a época

diario da manha
Foto: Reprodução

A manhã desta quinta-feira, 19, foi marcada pelas temperaturas congelantes que não costumam ser registradas em maio. Goiânia amanheceu com apenas 5ºC, a menor temperatura para o mês desde que as medições começaram a ser feitas, em 1960.

A região sudoeste costuma registrar as menores temperaturas do estado, e dessa vez não foi diferente, Jataí marcou apenas 3,6ºC, Rio Verde 3,8ºC e Mineiros com 4,4ºC.

A previsão ainda é de frio para os próximos dias, somente a partir de segunda-feira as temperaturas começam registrar os valores habituais para a época.

Por que está tão frio?

A frente fria desta época é uma conjunção de série de fatores climáticos, um deles é o La Liña, fenômeno que ocorre quando há o resfriamento das águas do centro do oceano pacífico por pelo menos três meses seguidos.

O meteorologista Humberto Barbosa explica que “o fenômeno deixa a atmosfera um pouco mais fria, então cria uma condição favorável para que as temperaturas despenquem com a entrada de uma frente fria”.

Além disso, há o deslocamento de uma massa de ar polar que tem origem na Antártida e a passagem de um ciclone extratropical no no sul do continente.

“O ciclone extratropical traz um pouco mais de umidade e intensificação dos ventos, isso gera risco de geadas no Sul e de friagem na região Centro-Oeste e em alguns estados do Norte”, explica o meteorologista.

Goiânia vai registrar mínimas de 8ºC a 13ºC até domingo, as máximas não devem passar dos 27ºC, portanto o uso do casaco ainda será necessário.

Comentários