Cotidiano

Moda e conforto: como combiná-los no frio

Enquanto algumas pessoas não conseguem combinar ou não sabem como se vestir bem nesta época, outras aproveitam para retirar do armário os casacos, roupas de lã, moletons, botas e luvas

diario da manha
Foto: Arquivo pessoal | Vivian de Manso Razuk

Esta semana foi marcada por baixas temperaturas no estado de Goiás, que não costumam ser registradas em maio. Goiânia chegou a registar apenas 5ºC, no dia 19, a menor temperatura para o mês desde que as medições começaram a ser feitas, em 1960.

O frio nada habitual pegou os goianos de surpresa, que tiveram que tirar os casacos do guarda-roupas e se vestir de acordo com o clima. No entanto, muita gente ficou sem saber como combinar os trajes, afinal, na maior parte do ano faz calor e roupas para o frio não são tão utilizadas.

Entretanto enquanto algumas pessoas não conseguem combinar ou não sabem como se vestir bem nesta época, outras aproveitam para retirar do armário os casacos, roupas de lã, moletons, botas e luvas.

Estar elegante não se relaciona somente com a forma como nos vestimos. Grande parte do que classifica uma pessoa como elegante vem do modo como ela se comporta e lida com os outros. Apesar disso, há algumas escolhas que podem ser feitas em relação as roupas que ajudam a “elevar” um pouco o look, fazendo com que ele pareça mais sofisticado em épocas tão frias como está.

Segundo a design de moda e advogada, Vivian de Manso Razuk, de 37 anos, é possível sim manter a elegância e estilo sem gastar muito.

“É totalmente viável manter a moda sem gastar muito. Como sentimos frio nas extremidades é interessante investir em meias, colocar uma bota, tênis ou usar sapatos fechados,” declara Vivian.

Escolhas elegantes podem ser feitas em todas as ocasiões, quando aprendemos a respeitar e aproveitar nosso próprio estilo, fazendo com que a moda trabalhe a nosso favor. Vivian ainda ressalta que investir em acessórios como lenços, cachecol, tênis, botas baixas e abusar das cores também é uma dica valiosa para dar um “up” no visual, de forma a manter o conforto como prioridade.

Sem comprar roupa nova para o frio

A farmacêutica Izabella Oliveira, de 23 anos, assegura que neste frio repentino de Goiânia, ela optou por não comprar nenhuma peça nova e decidiu aproveitar peças que ela já tinha em seu armário.

“Sempre investi em peças atemporais, que nunca saem da moda e que já tenho em casa. Então uso essas peças que são confortáveis e quentinhas, com alguns acessórios e aproveito ainda para tirar a bota do armário,” declarou Izabella.

Foto: Arquivo pessoal| Izabella Oliveira

Izabella finaliza afirmando que nessa onda de frio inesperado o conforto e estilo sempre andam juntos.

“Inspiro em looks alinhados ao meu estilo e com conforto sempre, nesse frio repentino só tirei do armário meus casacos e invisto em acessórios para deixar o look mais bonito”, afirmou.

Ter criatividade na hora de se vestir é uma ótima aposta. Durante um dia de trabalho, por exemplo, é interessante colocar um pouco de cor. Tudo que é muito escuro mostra mais seriedade, dependendo da profissão é interessante usar cores escuras, e para ter um look mais leve é interessante colocar cores claras e suaves.

Assim como é importante usarmos as roupas ao nosso favor e não contra nós, também é imprescindível conhecer nosso corpo, saber nosso estilo e usar isso ao nosso favor para passar a melhor mensagem possível sobre si no inverno ou em qualquer outra estação, sempre se sentindo confortável e bem consigo mesmo.

Leia também:

Comentários