Cultura

László Krasznahorkai vence Man Booker International

DA AGÊNCIA ESTADO

diario da manha

 

László Krasznahorkai, escritor húngaro, venceu o Man Booker International Prize. O seu nome foi anunciado esta terça-feira à noite, numa cerimónia realizada no Museu Victoria and Albert, em Londres. A presidente do júri, Marina Warner, comparou a sua obra à de Franz Kafka – que o vencedor do prémio assumiu como seu herói literário, numa entrevista recente ao “The Guardian” – e Samuel Beckett. “Sinto que encontrámos aqui alguém dessa ordem”, referiu Marina Warner, que descreveu a escrita de László Krasznahorkai como “absolutamente deslumbrante”, comparando-a a uma peça musical. “No início não se sabe onde se está, é estranho, mas depois começa a parecer natural, é-se arrastado pelo ritmo. É um autor difícil, da mesma forma que Beckett ou Dante eram difíceis. Kafka também tinha essa qualidade”. László Krasznahorkai, disse ainda a presidente do júri, é um “escritor visionário de uma intensidade extraordinária e uma voz que capturam a textura da existência do dia a dia em cenas que são assustadoras, estranhas, terrivelmente cómicas e, muitas vezes, violentamente bonitas”.

Nascido em 1954 na cidade de Gyula, na Hungria, László Krasznahorkai ganhou notoriedade com a publicação, em 1985, de “Satantango”, seu primeiro romance, adaptado para cinema por Béla Tarr, com a colaboração do autor.

Comentários

Mais de Cultura

26 de junho de 2019 as 14:42

Sol em Câncer e a cura emocional

14 de junho de 2019 as 19:24

GIRO PELA FIEG

12 de junho de 2019 as 08:50

Quíron, o segredo da cura

11 de junho de 2019 as 08:36

Questão Social: Um breve olhar

7 de junho de 2019 as 08:46

Astrologia; seja bem-vindo, junho!

30 de maio de 2019 as 08:46

Alego promove seminário de Turismo

28 de maio de 2019 as 09:17

Festa junina no Goiânia 2

16 de maio de 2019 as 11:29

Vênus entra em Touro