Cultura

Saúde e qualidade de vida – Yoga 178

“A matéria constrói formas mutáveis.” Krishna in Bhagavad Gita – XIII – 21

diario da manha

 

Elzi Nascimento e Elzita Melo Quinta

 

Normalidade

A praticante de yoga, quando grávida, deve cuidar da nova vida que cresce dentro dela. Da mesma forma que prepara o seu corpo para a chegada do bebê e sua recuperação após o parto, deve cuidar para que aquele que chega, chegue bem. As gestantes que se dedicavam à prática do ashtanga yoga, antes da gestação, poderão fazê-lo durante a gravidez, desde que se observe a prática dos exercícios/posturas yogues recomendadas para após o terceiro mês de gestação, verificando que está tudo dentro da normalidade. Se você sentir câimbras, na prática de quaisquer atividades físicas, de quaisquer modalidades, se houver sangramento ou a interrupção de movimentos do feto, deverá parar imediatamente de praticar atividade física e falar com seu médico.

Cuidados

vida2

A gestante deverá ter cuidados especiais e observar sempre as reações do corpo e do bebê durante quaisquer atividades. Ao praticar qualquer exercício físico, em qualquer modalidade, tenha em mente: sempre pratique uma atividade coporal como se a sua barriga fosse maior do que ela atualmente é. Tudo deverá ser facilitado e o ajuste de sua prática deverá estar sempre um nível abaixo de intensidade, do que costumava fazer antes da gravidez. Todo movimento deverá ser prazeroso e levar o corpo à relaxação e ao bem-estar.

Peso do abdômen

Observe: o abdômen, em nenhuma postura, até mesmo em shavásana dorsal-deitada de costas, não pode estar tenso ou desconfortável. Sempre que se exercitar permita que os ossos dos quadris e a parte alta das coxas fiquem relaxadas. Preste atenção se a região lombar (parte baixa da coluna) está firme. Devido o aumento de peso do abdômen, a lombar naturalmente permanece tencionada o tempo inteiro para sustentar a parte frontal do corpo, por isso evite também tensionar a lombar durante quaisquer curvaturas, seja para trás, ou para frente. As curvaturas, mesmo as mais insignificantes, ajudam a alongar a coluna dorsal e a aliviar as dores lombares provenientes do aumento de peso da gravidez. A gestante deve aprender a escutar e a conversar com o seu corpo e o seu bebê. Esta habilidade de escuta e diálogo intrapessoal é de essencial importância para o conforto e o bem estar da mãe e do bebê.

 

OM SHANTI!

 

Elzi Nascimento, psicóloga clínica, e Elzita Melo Quinta, pedagoga especialista em Educação, são professoras de Yoga, escritoras e pesquisadoras. Vida Saudável atende ao questionamento dos leitores do DMRevista sobre os temas abordados.

Contatos: [email protected]/ [email protected] – (62) 3251-8867 / 7815-8515

Comentários

Mais de Cultura

26 de junho de 2019 as 14:42

Sol em Câncer e a cura emocional

14 de junho de 2019 as 19:24

GIRO PELA FIEG

12 de junho de 2019 as 08:50

Quíron, o segredo da cura

11 de junho de 2019 as 08:36

Questão Social: Um breve olhar

7 de junho de 2019 as 08:46

Astrologia; seja bem-vindo, junho!

30 de maio de 2019 as 08:46

Alego promove seminário de Turismo

28 de maio de 2019 as 09:17

Festa junina no Goiânia 2

16 de maio de 2019 as 11:29

Vênus entra em Touro