Cultura

Cristiano Araújo doou R$ 2 milhões para Hospital do Câncer

Cantor goiano ridicularizado por parte da mídia era do "bem" e repassava recursos para ajudar hospitais, como o que atende pessoas com câncer, em Barretos. Missa reúne familiares em momento de dor e saudade

diario da manha

Tom Carlos,com informações do Jornal Urgente

Informações do jornal Folha de S. Paulo e do Jornal Urgente afirmam que o cantor  Cristiano Araújo teria doado mais de R$ 2 milhões para o Hospital do Câncer de Barretos, em São Paulo.

A jornalista Mônica Bergamo publicou a informação em sua coluna, na Folha.

Conforme o diretor Henrique Prata, ele teria doado um pouco mais do que este valor.  “Perguntaram quem era Cristiano Araújo. Era esse o tipo de pessoa que ele era”, disse Prata para a Folha de S. Paulo.

Religioso e pessoa considerada “do bem”, Cristiano Araújo, após sua morte, teve sua memória exposta de forma negativa por suspeitos de vilipendiarem seu corpo.

Também recebeu críticas indiretas do jornalista Zeca Camargo, da Globo News, que se retratou chamando-o de “Cristiano Ronaldo”, jogador de futebol de Portugal.

cris2

AMIZADE

Henrique Prata era amigo de Cristiano e recebeu via whatsApp uma música inédita do cantor, que comungava com o diretor do hospital suas aflições e criações musicais.

A música informada por Prata fala de amor não correspondido: “De novo vem pra mim/ É sempre assim/ Até que um dia eu possa me redimir/ Por fim nessa paixão/ E dominar de vez essa ilusão do coração”, diz o refrão.

Recentemente, ele teria revelado interesses em ajudar as obras da paróquia da Vila Itatiaia. O padre Marcos Rogério confirma que Cristiano, em conversa também via WhatsApp, teria apresentado interesse em realizar um show para ajudar a paróquia.

 

INDICIAMENTO

A Polícia Civil de Goiás informa que o inquérito que investigava o vazamento de fotos e vídeos do corpo do cantor  já está concluído e foi encaminhado para o Poder Judiciário. O delegado Eli José de Oliveira afirma que três suspeitos foram indiciados pelo crime de vilipêndio de cadáver: os técnicos em procedimento de retirada dos fluídos do corpo Marco Antônio Ramos  e Márcia Valéria dos Santos, ex-funcionários da Clínica Oeste, foram indiciados junto do estudante  de enfermagem Leandro Almeida Martins.

Se o Ministério Público efetivar a denúncia e o Poder Judiciário condená-los, os suspeitos podem pegar de 1 a 3 anos de prisão.

 

MISSA

Ontem à noite, o cantor foi lembrado em uma missa campal na Paróquia Nossa Senhora da Assunção, no Setor Itatiaia. A celebração começou às 19h30 e estava lotada

A Polícia Militar e seguranças da família estiveram presentes, para evitar tumultos.

Durante a missa, muita emoção tomou conta dos amigos e parentes, que recordaram com saudade e dor das manifestações do músico em vida, como a solidariedade e companheirismo.

Além dos parentes do cantor goiano, familiares da namorada Allana também participaram da missa. Ela foi lembrada na terça-feira, em uma missa na Paróquia Nossa Senhora da Rosa Mística, no Setor Bueno.

Comentários

Mais de Cultura

26 de junho de 2019 as 14:42

Sol em Câncer e a cura emocional

14 de junho de 2019 as 19:24

GIRO PELA FIEG

12 de junho de 2019 as 08:50

Quíron, o segredo da cura

11 de junho de 2019 as 08:36

Questão Social: Um breve olhar

7 de junho de 2019 as 08:46

Astrologia; seja bem-vindo, junho!

30 de maio de 2019 as 08:46

Alego promove seminário de Turismo

28 de maio de 2019 as 09:17

Festa junina no Goiânia 2

16 de maio de 2019 as 11:29

Vênus entra em Touro