Cultura

Hector Ângelo comemora 10 anos de carreira com exposição

diario da manha

O Coletivo Aruá recebe a exposição “Visibilidade Trans”, do artista plástico Hector Ângelo. O Vernissage da individual com a coletânea do artista acontece nessa quarta, 03, às 19h, no espaço cultural Coletivo Aruá, que fica no Setor Leste Universitário. Visibilidade Trans fica em exposição para os visitantes até o dia 03 de agosto. Com produção de Laila Santoro e Alex Pereira, a mostra marca os 10 anos de carreira do jovem artista, que iniciou sua trajetória aos 7 anos de idade quando lançou seu primeiro livro e já tem no seu currículo um obra exposta no Museu do Louvre em Paris, retrata os desafios, a luta contra o preconceito e as conquistas das pessoas transexuais.

No ano seguinte, em 2018 seu nome foi incluído no ranking dos 50 artistas plásticos mais influentes do mundo em 2018 pelo guia The Best Modern and Contemporary Artists sob curadoria dos italianos Salvatore Russo e Francesco Saviero. Também foi destaque no Salão Internacional de Arte Contemporânea de Miami, na ART & Design Gallery, expondo sua obra juntamente com artistas de outros países, como Angola, Chile, Espanha, Estados Unidos e Portugal. Também no mesmo ano, desenvolveu ilustrações em homenagem as divas drags e transexuais que estamparam a coleção da estilista Milleide lopes, conquistando assim mais uma grande feito, levando a primeira marca goiana a ser selecionada pela curadoria da São Paulo Fashion Week a expor na loja conceito do evento.

Hector Ângelo é escritor e artista plástico, mesmo como somente 17 anos de idade, já conta com 10 anos de carreira, cuja obra é reconhecida no Brasil e no exterior. O artista foi revelado internacionalmente pelo curador austríaco Heinz Playnner, dono da Paks Gallery Internacional, com sede em Viena, uma das mais populares da Europa. Heinz, teve contato com a obra do artista goiano por meio das redes sociais, que o convidou para expor sua obra “Eu sou o gay que sofre com a homofobia” da Coletânea Eu sou a Dor, na 10ª Art Shopping Paris – Carrousel do Louvre – 2017, durante a Semana de Arte Contemporânea de Paris.

Além de grandes nomes da curadoria de arte internacional, Hector também coleciona importantes admiradores do show business rrasileiro. Artistas como Fafá de Belém, Pabllo Vittar e Anitta, figuram entres os fãs da arte do jovem artista goiano. Na sala da mansão da cantora Anitta, quadro e almofada com estampas assinadas por Hector, fazem parte da decoração. Em 2017, a cantora Fafá de Belém, abriu o Show de Verão da Mangueira no Rio de Janeiro, vestindo um kaftan estampado com arte do Hector Ângelo que retratava Nossa Senhora de Nazaré.

Hector Ângelo começou seu processo criativo na literatura, é autor de cinco livros – o primeiro foi publicado quando tinha 7 anos de idade, e já coleciona conquistas literárias importantes como o Prêmio da Associação Sociocultural Atrevida de Lisboa pelo seu terceiro livro “A Transformação de Joca”, além da participação em importantes feiras em Londres e Berlim.

A abertura da mostra” Visibilidade Trans” acontece nessa quarta-feira, 03, às 19h, no Coletivo Aruá, na rua 237, nº439 – Setor Leste Universitário. A visitação pode ser feita até o dia 03 de agosto, de terça à sábado, das 10h às 19h, com entrada franca.

Serviço:

Abertura da exposição “Visibilidade Trans”

Local: Coletivo Aruá

Rua 237, 439 – Leste Universitário, Goiânia.

Data: 03/07/2019, quarta-feira

Horário: 19 horas

Visitação: de 10 de julho à 03 de agosto de 2019 (terça a sábado, das 10h às 19h)

Entrada franca

Comentários

Mais de Cultura

26 de junho de 2019 as 14:42

Sol em Câncer e a cura emocional

14 de junho de 2019 as 19:24

GIRO PELA FIEG

12 de junho de 2019 as 08:50

Quíron, o segredo da cura

11 de junho de 2019 as 08:36

Questão Social: Um breve olhar

7 de junho de 2019 as 08:46

Astrologia; seja bem-vindo, junho!

30 de maio de 2019 as 08:46

Alego promove seminário de Turismo

28 de maio de 2019 as 09:17

Festa junina no Goiânia 2

16 de maio de 2019 as 11:29

Vênus entra em Touro

8 de maio de 2019 as 10:17

Os signos e o corpo humano