Cultura

Bolsonaro tenta impedir filme protagonizado por Bruna Marquezine

Ancine, sob a gestão de Jair Bolsonaro tenta impedir lançamento de filme interpretado pela atriz global Bruna Marquezine

diario da manha
Foto: Reprodução ' Isto É"

A Agência Nacional de Cinema (Ancine), agora sob a gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL), tentou impedir o lançamento de um filme interpretado pela atriz Bruna Marquezine. Tudo por que em uma cena do longa, Bruna aparece “nua e fumando maconha”.

Com o título “Vou Nadar Até Você”, o filme, dirigido por Klaus Mitteldorf, teria causado ofensas aos padrões de Jair Bolsonaro.

O diretor do longa Klaus Mitteldorf, contou em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, na última segunda-feira(02/09), que só foi possível conseguir terminar o filme “por milagre”, porque “o dinheiro que era para a pós-produção e o lançamento do filme foi bloqueado pela Ancine”.

O órgão, nos últimos dias passou a ser alvo de polêmicas justamente porque o presidente está tentando impor seus padrões para aprovação de verbas a novos filmes. Ao assumir o comando do Ancine, Bolsonaro afirmou que se fosse na sua gestão, o filme “Bruna Surfistinha”não seria aprovado.

A atual produção do longa ‘Vou nadar até você” conta a história de Ophélia, vivida pela atriz da Globo, que vive em busca de seu pai. Na polêmica cena de nudez, Bruna Marquezine aparece fumando um cigarro de maconha ao lado de Fernando Alves Pinto, que interpreta o papel de Smutter. O filme tem previsão de exibição nos cinemas para outubro deste ano.

*Com informações da TV Foco

A produtora do Filme entrou em contato com a redação do DM online e emitiu a seguinte nota:

A produtora responsável pelo longa metragem “Vou Nadar Até Você” perante a Agência Nacional do Cinema (Ancine) esclarece que, em nenhum momento, o órgão regulador do Governo Federal censurou ou impediu o projeto de captar recursos conforme a legislação de incentivo à cultura vigente.

Todos os trâmites do filme junto à Ancine seguiram ritos e cronogramas normais das produções audiovisuais de grande porte.

É fato que, em 2019, o funcionamento da Ancine foi afetado pelas medidas resultantes do acórdão nº 721/2019 do Tribunal de Contas da União, com efeito em diversas produções audiovisuais em todo o país.

Portanto, qualquer eventual demora de repasse financeiro nunca guardou relação com o conteúdo do filme.

A produtora esclarece, ainda, que a data de lançamento comercial de “Vou Nadar Até Você” será divulgada em breve.

Comentários

Mais de Cultura

26 de junho de 2019 as 14:42

Sol em Câncer e a cura emocional

14 de junho de 2019 as 19:24

GIRO PELA FIEG

12 de junho de 2019 as 08:50

Quíron, o segredo da cura

11 de junho de 2019 as 08:36

Questão Social: Um breve olhar

7 de junho de 2019 as 08:46

Astrologia; seja bem-vindo, junho!

30 de maio de 2019 as 08:46

Alego promove seminário de Turismo

28 de maio de 2019 as 09:17

Festa junina no Goiânia 2

16 de maio de 2019 as 11:29

Vênus entra em Touro