Cultura

‘Não é Não’ faz festa irreverente

Uma referência à festa realizada na Cidade do México, classificada como um patrimônio imaterial da humanidade, diz a psicóloga e defensora dos direitos das mulheres Cida Alves

diario da manha
Cida Alves - Foto: Reprodução

Renato Dias

O Bloco Feminista & Gauche, de Goiânia, ‘Não é Não’, celebra a vida no próximo dia primeiro de novembro de 2019. Uma referência à festa realizada no México, patrimônio imaterial da humanidade, do Dia dos Mortos. É o que informa com exclusividade a psicóloga e ativista Cida Alves, integrante do coletivo. Uma manifestação de alegria & irreverência, sublinha. Em nome da memória dos que já morreram, narra. Tradição anterior à ocupação do território, afirma.

– Pela Espanha.

Distante do luto

Longe do luto e distante da tristeza sem fim, a ideia original é de ressignificação da vida, observa a pesquisadora do tema. O escritor José Guadalupe Posada criou uma personagem para satirizar os ricos, supostos imortais. O muralista Diego Rivera fez um painel para dar um novo sentido, no Tempo Presente, ao Dia dos Mortos. Diego Rivera foi marido da artista Frida Kahlo e obteve asilo para Lev Davidovich Bronstein, ‘nom de guerre’ Leon Trotsky: morto em 1940.

Serviço

O que: Festa de celebração da vida 

Organização: Coletivo ‘Não é Não’

Data: Primeiro de novembro de 2019

Horário: a partir de 19h

Local: Circo Laheto

Contato: Cida Alves

Festa na Cidade do México – Foto: Reprodução

Comentários

Mais de Cultura

26 de junho de 2019 as 14:42

Sol em Câncer e a cura emocional

14 de junho de 2019 as 19:24

GIRO PELA FIEG

12 de junho de 2019 as 08:50

Quíron, o segredo da cura

11 de junho de 2019 as 08:36

Questão Social: Um breve olhar

7 de junho de 2019 as 08:46

Astrologia; seja bem-vindo, junho!

30 de maio de 2019 as 08:46

Alego promove seminário de Turismo

28 de maio de 2019 as 09:17

Festa junina no Goiânia 2

16 de maio de 2019 as 11:29

Vênus entra em Touro