Cultura

Dança, é mais do que se movimentar e sua importância para a sociedade

‘‘estou trabalhando a dança no desenvolvimento de pessoas autistas, parece impossível, mas é um avanço enorme não só pra eles, como para mim.’’ comenta Dlânia para o Diário da Manhã

diario da manha

‘‘Eu quero dançar, a música me faz continuar, não há nada que possa parar nossos movimentos…’’ A dança, é uma manifestação artística que se caracteriza pelo uso do corpo para realizar movimentos ritmados. É uma atividade que pode ser praticada por todos, seja crianças, jovens, adultos e idosos, de forma individual ou coletiva.

O Dia Internacional da Dança celebra a arte e mostra a sua universalidade, independente das barreiras políticas, culturais e éticas. Traz aos artistas uma profunda reflexão sobre o fazer artístico, valorizando a sua diversidade, realçando as suas especifidades, e reafirmando os laços entre suas linguagens.

Em entrevista ao Diário da Manhã, Dlânia Dourado, estudante de dança, conta a importância do estudo sobre a manifestação artística e de que forma surgiu essa vontade em seguir no meio: ‘‘Decidi cursar porque estava em dúvida entre dança e teatro que também é uma paixão que tenho, mas a dança, ninguém imagina que existe curso de formação, as pessoas ainda pensam que faculdade de dança não existe, e muito pelo contrário, é um curso que tem me ajudado a crescer muito, aprendi tanta coisa em tão pouco tempo, me conheci melhor’’.

Turma de dança via Dlânia Dourado

‘‘Hoje sei muito bem quais são as limitações e o alcance do meu corpo e da minha mente graças ao curso, não se aprende só dança, se aprende história, conexão, movimentos, e muito mais, eu gosto, tem tantas formas onde e como pode chegar e ajudar, onde pode ser trabalhada como por exemplo, em meu TCC, estou trabalhando a dança no desenvolvimento de pessoas autistas, parece impossível, mas é um avanço enorme não só pra eles, como para mim, então como não se apaixonar por essa profissão, eu me divirto e ensino ao mesmo tempo’’, finaliza Dlânia.

Benefícios da dança para a saúde

Dançar envolve mais do que somente se movimentar. Estão inseridas diversas possibilidades de contato com o mundo, possibilitando movimentação corporal, interação e comunicação. A dança é um exercício físico que aumenta a resistência, a capacidade dos músculos de trabalharem intensamente por períodos cada vez mais longos de tempo, sem causar desconforto.

Bia Borges, professora de dança, nos conta sobre os benefícios da manifestação artística para a saúde e sua importância para todos. ‘‘Primeiramente dança é uma atividade física, além de trabalhar coordenação motora, traz benéficos psicológicos, bem estar, ativa maior consciência corporal, melhora condicionamento físico além de claro se sentir bem compartilhando energia boa com outros alunos ou professores, aumenta de autoestima’’.

‘‘Tanto pra mim como pra todos, eu vejo a dança como potência social, aumenta a produtividade, criatividade, proporciona uma convivência social saudável, melhora também a concentração e motivação no seu dia a dia, qualquer que seja a atividade física que fizer vai ser bem vindo, mas sou suspeita pra falar a dança, sou apaixonada’’, ressaltou Bia Borges.

A dança sempre esteve presente em todos os grandes momentos da história, mas também ela faz parte do nosso cotidiano e está marcada também nas pequenas coisas, muitas vezes até imperceptíveis. Faz parte de um dos principais aspectos do ser humano, a cultura. É através da cultura que carregamos a grande carga de tradição e história de um povo.

Leia também:

Comentários