Economia

Arrematados 2.200 novilhos precoces

O 27º Leilão do Novilho Precoce encerra a parte de exposição de animais e dos leilões de bois do evento, mantendo apenas os shows artísticos e o funcionamento da parte de lazer

diario da manha
2.200 animais nos currais, prontos para se apresentarem no recinto dos leilões

Foram arrematados em tempo recorde todos os 2.200 animais do 27º Leilão do Novilho Precoce da Associação Goiana dos Produtores de Novilho Precoce (AGPNP), realizado no domingo a partir do meio-dia, no Boiadeiro Leilões Rurais, no Km  4 da GO-462, saída para Santo Antônio do Descoberto, na zona rural de Goiânia. Os animais eram compostos basicamente de machos, algo em torno de 97%. O maior lote tinha 69 animais, de idade de 30 meses, os mais veteranos. Era da Fazenda Alvorada. Os mais novos não passavam de oito meses.

Os bezerros de até doze meses alcançaram em média R$ 1.300,00 e os  garrotes e bois de até 30 meses saíram na faixa de R$ 2 mil. A promotora do evento comemorou os resultados. “Foi um sucesso total”, resumiu. As condições do remate foram em três parcelas de 15, 30 e 45 dias. O 27º Leilão do Novilho Precoce faz parte da programação da 70ª Exposição Agropecuária de Goiás, que encerra a parte de exposição de animais e dos leilões de bois e mantém apenas os shows artísticos e o funcionamento da parte de lazer.

O presidente da Associação Goiana dos Produtores de Novilho Precoce, José Barbosa da Silva, antes do início do leilão, reforçou a qualidade genética dos animais e garantiu que quem “comprasse os animais, com certeza teria feito um bom negócio”. E confirmou a 28ª edição do novilho precoce para outubro, embora não anunciasse ainda os dias.

Diretor da AGPNP, Roman Antônio Azzi agradeceu a presença dos visitantes e observou que um leilão em sua 27ª edição “depende dos esforços dos associados da entidade, sempre oferecendo um produto de alta qualidade”. Os arremates começaram exatamente às 13h20 de domingo.

O primeiro lote, composto de 25 machos, com peso variável de 250 a 270 quilos, foi vendido em poucos minutos de apresentação pelo narrador Guilherme Andrade Pires, da firma Boiadeiro Leilões.  O comprador era de Caldazinha. E na sequência do megaevento os negócios foram fechando.

Mais de quatrocentas pessoas compareceram ao 27ª Leilão Novilho Precoce, na Fazenda Pindorama, no Km 4 da estrada Goiânia-Nova Veneza. Os principais pecuaristas do Estado se encontravam prestigiando o evento e, naturalmente, comprando animais do mais elevado pedigree. Foi oferecido um almoço no local, no sistema self-service. No entanto, as garçonetes serviram as mesas com tira-gostos de carnes bovinas e suínas. Bebida à vontade, satisfazendo a galera de Goiânia e de diferentes cidades do interior.

Ronam Antônio Azzi, da diretoria da AGPNP, e o presidente da entidade, José Barbosa da Silva
Ronam Antônio Azzi, da diretoria da AGPNP, e o presidente da entidade, José Barbosa da Silva

Chegando ao final

Mais de 300 mil pessoas é a expectativa de público na 70ª Exposição Agropecuária de Goiás, em andamento no Parque Agropecuário de Goiânia. A informação é do presidente da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), Hugo Goldfeld. No domingo, segundo ele, compareceram 25 mil pessoas, entre as quais 15 mil crianças. As perspectivas de negócios tendem a chegar ao teto de R$ 70 milhões, previstos inicialmente. Os números só, todavia, serão confirmados após avaliação mais completa por parte do setor financeiro.

Comentários

Mais de Economia