Economia

Taxas de financiamentos imobiliários

Da Assessoria

diario da manha

 

Ontem, as taxas de financiamentos imobiliários do Banco do Brasil subiram de 9,9% ao ano mais taxa referencial (TR) para 10,4% mais TR. Na Caixa, os juros sofreram reajuste no início do ano. Para o vice-presidente de Incorporação, Pesquisas e Estatísticas da Ademi-GO e diretor de incorporação da EBM Desenvolvimento Imobiliário, Fernando Razuk, essa alta dos juros deverá afetar pouco o mercado de imóveis novos em Goiânia por diversos motivos, dentre os quais: o crédito imobiliário continua um dos mais baratos do Brasil, a existência de grande demanda por imóveis na Capital, as boas perspectivas de se investir em imóveis na cidade. Conforme pesquisa divulgada na semana passada, na Revista Exame, em parceria com a Fipe, o preço médio dos imóveis novos, em Goiânia, cresceu 6,3%, enquanto o de imóveis usados teve valorização de 12,7% no último ano. Previsão da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO) aponta que os preços dos imóveis devem continuar subindo de 5% a 10% este ano.

Comentários

Mais de Economia