Economia

Marconi assina protocolo para instalação de nove indústrias em Goiás

diario da manha

Com o foco de transformar Goiás em um dos estados mais competitivos do país, o governo do Estado deu hoje mais um passo nesse caminho ao abrir as portas de quatro municípios goianos para a instalação de mais nove indústrias. Em solenidade no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o governador Marconi Perillo e o vice-governador, José Eliton, acompanhados pelos prefeitos de Palmeiras de Goiás, Ipameri, Rialma e Itumbiara, assinaram protocolo de intenções, pelo Governo de Goiás, com representantes de indústrias do ramo de alimentos, fabricação de ração e motores, dentre outros, que balizarão os caminhos para sua instalação e o funcionamento.

Os investimentos somam R$ 625 milhões, com geração de 1.191 empregos diretos e 4.063 indiretos. Palmeiras de Goiás receberá seis novas indústrias, e os municípios de Ipameri, Rialma e Itumbiara, uma cada (veja lista abaixo). O prefeito de Palmeiras, Alberane Marques, discursou em nome dos prefeitos e ressaltou a gestão dinâmica conduzida por Marconi, que valoriza a competitividade e a geração de empregos nos municípios. “Só em Palmeiras receberemos investimentos de R$ 500 milhões”, comemorou.

O empresário Lucca Furquim, representando as empresas JMV do Brasil e Verdy Motores, afirmou que o primeiro aspecto observado por uma empresa quando pretende se instalar em um estado é a acolhida. “Sempre fomos muito bem recebidos em Goiás. Hoje firmamos o compromisso de trazer o que há de melhor em nanotecnologia de alimentos. Vamos processar legumes, verduras e grãos retirando-lhes todos os agrotóxicos. Traremos também uma empresa de motores de popa que não soltam resíduos tóxicos no solo”, explicou.

A embaixadora da República de Cingapura, Chin Siu Fei, presente no evento, afirmou que está no Brasil há dois meses e tinha muita curiosidade de confirmar as boas notícias que lê sobre Goiás. “Estou aqui visitando o Estado há dois dias e confirmei que é tudo verdade. Impressiona-me como o Governo de Goiás trabalha bem com o setor privado, com o setor industrial. Visitei ontem o Porto Seco e o Aeroporto de Cargas em Anápolis e fiquei também muito impressionada”, afirmou. Ela exaltou ainda o trabalho do governo estadual na área da ciência e tecnologia. “Podemos trabalhar juntos em muitos projetos”, propôs.

Marconi Perillo protocolo de intenções - Foto Henrique Luiz (16)

O governador, por sua vez, destacou o lançamento do Inova Goiás, o maior programa de inovação tecnológica do Brasil, e reiterou o fortalecimento das empresas, universidades, pesquisa e dos arranjos produtivos locais. Destacou, também, a sala de resultados que foi montada no Palácio Pedro Ludovico Teixeira para acompanhamento dos painéis de indicadores de todas as áreas do governo, de forma a identificar e acompanhar o trabalho que o Governo faz para elevar Goiás ao patamar dos três estados mais competitivos do país.

“Vamos crescer em competição como crescemos em educação. Hoje somos o primeiro lugar no Ensino Médio no Ideb”, lembrou. “Também seremos os primeiros em inovação. Vamos jogar todo o nosso foco na área da inovação”, disse.

 

Protocolos de intenções assinados entre o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, e as seguintes empresas em quatro municípios goianos:

Palmeiras de Goiás: JMV do Brasil Indústria e Comércio de Alimentos LTDA, com geração de 1.500 empregos diretos e indiretos, e investimento aproximado de R$ 420 milhões.

Palmeiras de Goiás: Citrusa Alimentos LTDA; geração de 480 indempregos diretos e indiretos, e investimento de R$ 24 milhões.

Palmeiras de Goiás: MRM Papéis e Produtos Metálicos LTDA, com geração de 240 empregos diretos e indiretos, e investimento de R$ 10 milhões.

Palmeiras de Goiás: Icegol Indústria de Sorvetes LTDA; geração de 320 empregos diretos e indiretos, com investimento de R$ 12 milhões.

Palmeiras de Goiás: JRC Tintas e Vernizes LTDA – Novalux, com geração de 100 empregos diretos e indiretos, e investimentos de R$ 6 milhões.

Palmeiras de Goiás: FM Comércio de Metais LTDA, com geração de 160 empregos diretos e indiretos, e investimento de R$ 6 milhões.

Ipameri: Gazin Atacado Centro Oeste LTDA, com geração de 764 empregos e investimento de R$ 103 milhões.

Rialma: FVO – Brasília Indústria e Comércio de Alimentos LTDA; geração de 520 empregos diretos e indiretos, e investimento R$ 20 milhões.

Itumbiara: Verdy Indústria de Motores LTDA, com geração de 1.170 empregos diretos e indiretos, e investimento de R$ 18 milhões.

Fotos: Henrique Luiz

Comentários

Mais de Economia