Economia

Percentual de cheques sem fundo em janeiro deste ano é o pior desde 1991

Indicador Serasa Experian registrou devolução de 2,41% do total de compensações

São Paulo – Em janeiro deste ano, o percentual de devoluções de cheques por falta de fundos foi de 2,41% do total, segundo o Indicador Serasa Experian. É o maior patamar da inadimplência para um mês de janeiro de toda a série histórica, iniciada em 1991. Antes desta marca recorde, o maior valor para um mês de janeiro havia sido a devolução de 2,29% registrada em 2009.

No mês anterior, dezembro/2015, a devolução foi de 2,42%. Já em janeiro do ano passado, a devolução foi de 2,06%.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o nível recorde da inadimplência com cheques observado em janeiro deste ano é consequência direta do aprofundamento da recessão econômica, do aumento do desemprego e da queda do poder de compra da população.

Comentários

Mais de Economia