Economia

Henrique Meirelles é cotado para assumir Fazenda em governo de Temer

diario da manha
Brasília - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, acena na saída do Centro Cultural Banco do Brasil

Já existe nos bastidores uma disputa surda entre defensores de Armínio Fraga e Henrique Meirelles. Os dois são cotados para assumir o Ministério da Fazenda em caso de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

A ala mais forte do PMDB, ligada à Temer,  defende o financista goiano, que atuou de forma correta no Banco Central durante a gestão do ex-presidente Lula

Por sua vez, a imagem de Armínio Fraga estaria próxima em excesso  ao  senador Aécio Neves, hoje no olho do furacão com as denúncias de propina da Lava Jato.

Fraga é também gestor dos tempos de Fernando Henrique Cardoso, mas teria dados negativos, como taxa de inflação e produção da indústria com comportamento negativo.

Armínio Fraga é definitivamente símbolo dos tempos de recessão.

Por isso, começa a surgir na imprensa as especulações quanto à Henrique Meirelles, que poderia ser um farol no túnel da crise.

Se um dos melhores não conseguir tirar o Brasil da crise, apostam alguns peemedebistas, o jeito será devolver o governo ou para o PSDB ou para novas aventuras, como Marina (Rede Sustentabilidade).

Comentários

Mais de Economia