Economia

Em Goiânia e região, venda de imóveis na aumenta mais de 60%

diario da manha

De acordo com pesquisa divulgada nesta quinta-feira (07/12) pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás, o total imóveis vendidos descartando as devoluções, já é 63% maior do que o registrado em todo o ano passado em Goiânia e Aparecida de Goiânia. No ano passado, o mercado imobiliário girou R$ 1,1 bilhão, em contra partida, até outubro de 2017, o valor já chegava a R$ 1,8 bilhão e a expectativa é que o ano feche com R$ 2,3 bilhões.

A pesquisa aponta ainda que a média bruta de vendas por mês é de R$ 292 milhões, contra R$ 224 milhões, em 2016. Um ponto positivo levantado na pesquisa é a queda em 41% no número de devoluções de imóveis, de 2017 em relação a 2016. Em 2017, foram 1.251 contratos cancelados contra 2.224 no ano anterior.

Valorização do metro quadrado

Em 2017, a queda nas vendas juntamente com o alto índice de devoluções, ocasionou uma redução de 23% no número de lançamentos. Ainda segundo a pesquisa, o número de imóveis novos pode se esgotar em até dois anos, se não houver novidades no mercado.

Com pouca oferta e aumento na procura, deve valorizar o valor médio do metro quadrado, que neste ano, é igual a a R$ 5.127,26 e subiu apenas 4% em relação a 2016, quando valia R$ 4.908,27. Já para 2018, o setor calcula um reajuste de até 12%.

Foto/Reprodução Internet

Comentários

Mais de Economia