Entretenimento

A encantadora poeta Lídia Arantes Borges

diario da manha

Com a publicação do livro de poemas: A Revoada dos Pássaros, com o selo da Editora Kelps, Lídia Arantes Bor­ges, aos 94 anos de idade entra para o seleto grupo de escritores goianos nonagenários como Bariani Ortencio e Ursulino Tavares Leão que continuam ativos e colaborando de forma muito especial para o enriquecimento da literatura brasileira produzida em Goiás.

PERFIL

Nasceu em 16 de novembro de 1923, em Pouso Alto, hoje Piracanjuba (GO). Estudou no histórico Colégio de Santa Clara, na então cidade Campinas, lá, graduando-se profes­sora, em 1940, dois anos antes do Batismo Cultural de Goiânia.

Educadora lecionou nos colégios Ana Teo­dora e Ruy Brasil Cavalcanti e foi diretora do Grupo Escolar Cel. João de Araújo

Membro-fundadora da Academia Pira­canjuben¬se de Letras e Artes, presidiu a en­tidade por dois mandatos.

Quando dos jogos Olímpicos no Brasil, em 2016, aos noventa e dois anos de idade foi condutora da Tocha Olímpica, quando da sua passagem pela sua cidade natal. Atual­mente, além da literatura, dedica-se às artes plásticas, pintura a óleo sobre tela.

OBRA LITERÁRIA

Raiz Goiana, poemas (1997)

As Cores do Outono, poemas (2005).

Navegando nas Ondas do Tempo, poemas e crônicas (2010)

O Caminho das Rosas Vermelhas, poemas e prosas (2013)

Comentários

Mais de Entretenimento

10 de julho de 2019 as 09:38

HORÓSCOPO 10/07/2019

9 de julho de 2019 as 11:36

Cuphead vai se tornar série na Netflix

25 de maio de 2019 as 19:51

Atriz Lady Francisco morre no Rio