Entretenimento

Laércio Correntina faz tributo a Geraldo Vandré 50 anos pós-68

diario da manha
Geraldo Vandré

Um “tributo a Geraldo Van­dré”, ícone das canções de protestos, como Pra Não Dizer que Não Falei das Flores, que obteve o segundo lugar no Festival Internacional da Canção, em 1968, Rio de Janeiro, outrora a Cidade Maravilhosa. N ano que não ter­minou, como aponta o jornalista Zuenir Ventura. É o show de Laér­cio Correntina, cantor e composi­tor goiano, cultuado por mercado underground do Centro-Oeste, autor de Eu Canto, no próximo dia 1º de maio, na Praça Universitária, batizada de Honestino Monteiro Guimarães. O ex-presidente da União Nacional dos Estudantes [UNE], preso em 10 de outubro de 1973 e desaparecido. Executado.

– Extrajudicialmente. Com ocultação de cadáver.

É a celebração, como em Cuba, do 1º de maio, o Dia Internacional da Luta dos Trabalhadores. Uma corrida para crianças, adultos e idosos também está programada. Quem informa é a sindicalista ver­melha, de linhagem marxista, pro­fessora das redes pública e privada de ensino Ailma Maria de Oliveira, que chegou a ser presa e processada por defender os direitos dos moto­ristas e cobradores de ônibus e de­pois teve o seu inquérito arquivado por solicitação do Ministério Públi­co Estadual [MPE]. Lutar não é cri­me, dispara. A líder popular anuncia ainda um passeio ciclístico, aberto às múltiplas faixas etárias, que sairá do Novo Horizonte, Goiânia.

INTERVENÇÃO POÉTICA

O palco estará aberto também para intervenções poéticas, avisa a dirigente trabalhista. Cantores e compositores de Goiás partici­parão do ato contra o Estado de Exceção, em defesa das liberda­des democráticas, por Fora, Michel Temer!, assim como pela liberta­ção do ex-presidente da Repúbli­ca por dois mandatos consecuti­vos [2003-2006 e 2007-2010] Luiz Inácio Lula da Silva. O ex-operá­rio metalúrgico, que liderou as gre­ves de 1978, no ABC, em São Pau­lo, chegou a ficar preso, em 1980, por 31 dias seguidos, no extinto Departamento de Ordem Políti­ca e Social do Estado de São Pau­lo [Dops-SP], com base na lei de Segurança Nacional.

– Por um novo amanhã!

Laércio Correntina

Comentários

Mais de Entretenimento

9 de julho de 2019 as 11:36

Cuphead vai se tornar série na Netflix

25 de maio de 2019 as 19:51

Atriz Lady Francisco morre no Rio