diario da manha
Imagem da Guerra Civil da Líbia, conflito que teve início em 2014 e ainda não terminou(FOTO JOHN CANTLIE/GETTY IMAGES))

EVENTOS HISTÓRICOS

1097 – Primeira Cruzada: Cru­zados chegam na cidade de Antio­quia da Síria.

1349 – Papa Clemente VI proíbe a flagelação.

1805 – Capitulação de Ulm. Os austríacos são derrotados pelos fran­ceses na Campanha de Ulm durante a Guerra da Terceira Coligação.

1926 – É registrada a passa­gem de um dos maiores furacões da história de Cuba.

1947 – Brasil rompe relações com a União Soviética. Três déca­das após romper pela primeira vez as relações com a União Soviética, por causa donão-reconhecimento do governo revolucionário de Vla­dimir Lênin, o Brasil novamente cortava os laços com Moscou e o governo de Josef Stalin. Tempos de Guerra Fria. No início daquele ano de 1947, Estados Unidos e União Soviética iniciaram a disputa si­lenciosa, porém, beligerante, pelo poder. Iniciou-se, então, uma cor­rida global por “aliados”, ou seja, por nações alinhadas aos preceitos de uma ou de outra superpotên­cia. Capitalismo vs. Comunismo. O Brasil, claro, não ficou fora des­se tabuleiro geopolítico. Ainda sob o governo de Getúlio Vargas, o País retomou as relações com a União Soviética, logo após o fim da Se­gunda Guerra, em 1945. O suces­sor, Eurico Gaspar Dutra permitiu a existência do Partido Comunis­ta Brasileiro, o PCB, mas com ré­deas curtas, e ainda reprimiu os movimentos sindicais. Como di­ria o ditado, “uma no cravo, outra na ferradura”. Era questão de tem­po para o PCB entrar no limbo e as ligações com a União Soviética serem, de novo, interrompidas. O registro do “Partidão” foi cassado em maio. Já a cisão com o “Impé­rio do Mal” aconteceu há exatos 70 anos. O novo aperto de mãos en­tre as duas nações aconteceria em 1961, durante o breve e polêmico governo Jânio Quadros.

1959 – A Rádio e Televisão de Portugal (RTP) torna-se membro da União Europeia de Radiodifu­são (sigla UER).

1966 – Golpe Militar de 1964 no Brasil: é editado o AC 23 estabele­cendo recesso parlamentar até 22 de novembro. No dia 20 de outu­bro, Castelo Branco editou o AC- 23 decretando o recesso parlamen­tar até 22 de novembro ou seja, até sete dias depois da realização das eleições legislativas. Às vésperas do pleito, mais de 20% dos deputados oposicionistas eleitos em 1962 ha­viam sido cassados.

1970 – A Embratel e a Compa­nhia Telefônica da Espanha assi­nam convênio para a implantação de um cabo telefônico submarino entre o Brasil e a Espanha.

1973 – Inauguração do Sydney Opera House.

1977 – O avião que levava a ban­da Lynyrd Skynyrd cai no Missis­sipi matando três integrantes. No dia, a banda tinha como compro­misso um show no Lousiana State University, Baton Rouge, Luisiana. O Convair, com 26 pessoas–a ban­da, sua equipe e dois tripulantes–le­vantou voo de Greenville, Carolina do Sul, no final da tarde. Por volta das 18h42 o avião apresentou pro­blemas e começou a perder altitu­de. Um dos motores parou durante o voo, e os pilotos tentaram trans­ferir o combustível restante para o outro motor, sem efeito. Ou antes, o procedimento teve um resulta­do: esgotou de forma mais rápida o combustível que restava, paran­do o segundo motor. O avião co­meçou a cair rapidamente. O pi­loto ainda tentou desviar para um aeroporto próximo, mas as asas co­meçaram a colidir contra as árvo­res mais altas. Quando percebe­ram que o avião estava caindo, Van Zant agarrou um travesseiro de ve­ludo vermelho e deu um aperto de mão em Artimus Pyle, segundo este contou (o baterista foi um dos pou­cos sobreviventes que não perdeu a consciência). “Ele olhou para mim e sorriu, como apenas ele conse­guia sorrir, falando para não me preocupar, com seus olhos casta­nhos dizendo ‘Bem, é hora de ir, parceiro’. Dois minutos depois ele estava morto com um ferimento na cabeça”. O avião caiu em uma den­sa floresta, em uma área pantano­sa próxima a Gillsburg, McComb, Mississipi. Na colisão, o avião par­tiu-se no meio. O guitarrista Steve Gaines, o roadie manager Dean Kil­patrick, o piloto Walter MacCreary e o co-piloto William Gray morre­ram na hora. Ronnie foi arremes­sado contra a fuselagem do avião sofrendo traumatismo craniano. Também morreu instantaneamen­te. De acordo com relatos de Pyle e do tecladista Billy Powell, Cassie Gaines sofreu um profundo feri­mento na garganta e sangrou até a morte em seus braços. “Após o aci­dente, o empresário da banda alu­gou dois aviões e nos levou ao lo­cal em McComb. Eu continuava não acreditando. Eu não acreditei quando voltei para casa, continuei não acreditando após o funeral e por um longo tempo depois”, dis­se Judy Van Zant Jenness, viúva de Ronnie. Como geralmente acon­tece nesses casos, a tragédia resul­tou em maior exposição do Skynyrd e na venda de milhares de discos. Alguns dias após o acidente, Te­resa Gaines, viúva de Steve, pediu a MCA que substituísse a capa de “Street Survivors” – que apresen­tava chamas ao fundo, as quais en­volviam especialmente a imagem de Steve, certamente algo que as­sumiu um novo e triste simbolis­mo após o acidente. Os corpos de Steve Gaines e de sua irmã Cassie Gaines foram cremados e as cin­zas sepultadas no cemitério Jack­sonville Memory Garden. Ronnie foi sepultado no mesmo cemitério, juntamente com seu chapéu Texas Hi-Roller negro e sua vara de pescar favorita. Cento e cinquenta amigos e familiares participaram do servi­ço fúnebre, marcado pela mensa­gem do ministro David Evans, de que Ronnie Van Zant, o carismáti­co e visionário vocalista do Lynyrd Skynyrd não estava morto; ele vi­via em espírito no céu e terra, atra­vés de sua música.

1990 – Surgimento da MTV Bra­sil. Foi uma rede de televisão brasi­leira, pertencente ao Grupo Abril e dedicada ao público jovem. Nasceu no dia 20 de outubro de 1990 como a primeira rede de televisão seg­mentada a ser transmitida no sinal aberto, sendo a versão nacional da MTV. Foi a terceira versão da MTV a ser lançada no mundo e a primeira a ser lançada em TV aberta. A sede da emissora ficava em São Paulo, na Avenida Professor Alfonso Bovero, 52, no bairro Sumaré, onde foi ante­riormente a sede da Rede Tupi. Este edifício foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico (Condephaat), sendo o primeiro da capital do estado de São Paulo a ser tombado. No começo da década de 2010, era considerada a maior rede jovem e a sétima maior rede de te­levisão do Brasil, sendo considera­da ainda pelo jornal Meio & Men­sagem como a quinta emissora de TV mais admirada do país. Além disso foi a primeira TV segmenta­da do país dedicada ao público jo­vem, além de ter sido a primeira emissora de TV brasileira a transmi­tir a sua programação 24 horas por dia (sem ficar fora do ar na madru­gada). O canal encerrou suas ope­rações em 30 de setembro de 2013, sendo substituído por um novo ca­nal operado pela empresa norte­-americana Viacom na TV paga. Já a rede ocupada por ela no sinal aberto, por sua vez, passou a exibir a programação da Ideal TV.

2011 – Guerra Civil na Líbia: forças rebeldes capturam o dita­dor Muammar Gaddafi em sua cidade natel, Sirte, matando-o logo em seguida. Em fevereiro de 2011, frente a protestos pedin­do sua derrocada do poder, Gad­dafi respondeu aos manifestantes com violência, porém as manifes­tações contrárias ao seu governo se intensificaram. Então eclodiu no país uma violenta guerra ci­vil, colocando em confronto for­ças leais e contrárias ao regime. Durante este conflito, Gaddafi foi acusado de cometer vários crimes contra a humanidade e um man­dado de prisão foi expedido con­tra ele pela Corte Penal Interna­cional. Em agosto de 2011, tropas do Conselho Nacional de Transi­ção (CNT) atacaram e conquis­taram a capital Trípoli colocan­do assim Gaddafi e seu governo em fuga. Em 20 de outubro, após 8 meses de guerra, o ex-líder foi morto em Sirte por simpatizan­tes do CNT. Depois de chegar ao poder em 1969, ele aboliu a Cons­tituição Líbia de 1951 e estabele­ceu políticas alinhadas com sua ideologia chamada de “Terceira Teoria Internacional” que foram publicadas em seu trabalho inti­tulado Livro Verde. Depois de es­tabelecer a jamahiriya (“Estado de massas”) em 1977, ele assumiu uma figura simbólica e represen­tativa no governo, apesar de que, de facto, o poder político total es­tava concentrado em sua pessoa, recaindo sobre ele a responsabi­lidade de fazer as políticas de Es­tado. Durante seu governo, a Líbia experimentou alguns períodos de forte crescimento econômi­co, por muito abalado pelas san­ções impostas por países ociden­tais contra seu governo. Devido as enormes rendas provenientes do petróleo, Gaddafi pôde sustentar vários programas sociais que aca­baram por dar a Líbia o maior Ín­dice de Desenvolvimento Huma­no (IDH) do continente africano, além de aumentar a participação das mulheres na vida pública e de dar mais direitos aos negros. Du­rante seu governo, a Líbia teve a menor dívida pública do mun­do. Apesar dos períodos de cres­cimento econômico e dos avan­ços nas áreas sociais, os criticos do seu regime alegavam que Ga­ddafi concentrava boa parte das riquezas do seu país em sua pró­pria mão, tendo uma fortuna pes­soal estimada em 200 bilhões de dólares, enquanto boa parte da população do país vivia na pobre­za. Muitos dos negócios e empre­sas líbias estavam supostamente sob controle direto de Gaddafi e de membros de sua família. Na década de 1980, ele participou de vários conflitos armados e assu­midamente adquiriu armas quí­micas. Em resposta, a comuni­dade internacional lançou várias sanções contra a Líbia.

 

 

NASCIMENTOS:

Snoop Dogg, rapper norte-americano

1882 – Béla Lugosi, ator hún­garo (m. 1956). O mais jovem dos quatro filhos de um banqueiro, Béla Lugosi começou a sua carreira nos palcos da Europa em várias peças de William Shakespeare. Mas no entanto tornou-se famoso pelo seu papel de Drácula numa encenação da clássica história de vampiro de Bram Stoker, e teve como especia­lidade os filmes de horror. Béla fez vários outros filmes de horror, como também de outros gêneros. Dentre os de horror, merecem destaque Murders in the Rue Morgue, The Ra­ven, Mark of Vampire, dentre outros. Porém, o ator não conseguiu estabi­lidade no cinema, e passou a partir de meados da década de 30 a atuar em filmes baratos. Ainda conseguiu papéis bons como em Son of Fran­kenstein, The Ghost of Frankenstein e The Corpse Vanishes. Porém, este­reotipado como “Drácula” e seguin­do o mesmo declínio do gênero na década de 40, no qual os monstros clássicos protagonizavam filmes em que se enfrentavam, Bela ficou de­sempregado.

1971 – Snoop Dogg, rapper norte-americano. Em toda sua carreira Snoop já vendeu mais de 60 milhões de discos pelo mun­do, tendo sua carreira iniciada em 1990, quando foi descoberto pelo rapper Dr. Dre, e colaborou com ele no single Deep Cover, e em quase todas as faixas do álbum de estreia de Dre, The Chronic. Após suas ultimas colaborações com Dre, Snoop ganhou status su­perstar do Hip Hop estaduniden­se. O álbum de estreia do artista, intitulado Doggystyle foi lançado em 1993 pela editora discográfica Death Row Records. O álbum foi um sucesso absoluto no Estados Unidos, com vendas de quase um milhão de copias na semana de es­treia. O disco reinou na primeira posição da Billboard 200 por três semanas não consecutivas, e por cinco semanas na Billboard R&B/ Hip-Hop Albums, sendo ainda em 1994 certificado quatro vezes plati­na pela Recording Industry Asso­ciation of America.

Comentários